×
Publicado em
11 de jan. de 2015
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Zara vai abrir duas novas flagships em Nova York este ano

Publicado em
11 de jan. de 2015

A Zara está dando continuidade aos seus esforços no mercado norte-americano e o faz com grandes investimentos. Na realidade, o grupo espanhol Inditex acaba de anunciar a aquisição de uma área comercial de 4.400 metros quadrados no SoHo por 280 milhões de dólares (236 milhões de euros).

Projeção da futura flagship da Zara no SoHo. Imagem: Inditex. - Inditex


Esta área, situada ao sul de Manhattan, indo do número 503 ao 211 na Broadway, deve abrir ao público no fim de 2015. Não é a primeira vez que a Inditex anuncia ter comprado o espaço de um ponto estratégico. Ela já o fez várias vezes, na Espanha, mas também em Londres.

Mais uma outra abertura ocorrerá também em Nova York, ao longo do ano, no âmbito da inauguração dos novos edifícios do World Trade Center. Ainda mais ao sul de Manhattan, a Zara vai dispor desta vez de um espaço de 2.800 metros quadrados.

Na verdade, a estratégia nova-iorquina da Zara repousa em três grandes espaços, aliás, a marca já contratou obras para uma dessas seis lojas atuais na cidade. A loja situada na 5ª Avenida, na esquina com a 42ª, vai reabrir assim na primavera [Hemisfério Norte] com uma superfície multiplicada por dois, atingindo os 4.000 metros quadrados.

Vale não esquecer do restante dos Estados Unidos, onde uma dezena de inaugurações estão programadas também para este ano em Nova Jersey, Las Vegas, Los Angeles, San Diego, Boston, Sacramento, Houston, Dallas, Chicago, Seattle e Porto Rico. Vitrines que trazem uma nova visibilidade e que são complementares à e-shop da marca, que desempenha um papel muito importante para a cobertura do território do Tio Sam.

“Nosso modelo de crescimento para o mercado americano consiste em uma combinação de aberturas de flagships e num avanço das vendas on-line, apoiada pela forte demanda dos consumidores americanos”, explicou assim Pablo Isla, CEO do grupo Inditex.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.