×
Publicidade
Publicado em
30 de set. de 2010
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vicunha Têxtil muda de estratégia e registra lucro

Publicado em
30 de set. de 2010

A Vicunha Têxtil, líder na produção de índigos e brins na América Latina, registrou lucro líquido consolidado de R$ 40,2 milhões no primeiro semestre de 2010, uma melhora expressiva se comparada ao mesmo período de 2009, quando apresentou prejuízo líquido de R$ 226,3 milhões.

De janeiro a junho deste ano, no segmento índigo e brim, a receita líquida alcançou R$ 380,7 milhões, crescimento de aproximadamente 21% (R$ 315,5 milhões) em relação aos mesmos meses do último exercício.

A retomada da lucratividade da Vicunha Têxtil é conseqüência da estratégia traçada em 2009 e consolidada nos últimos meses em focar os negócios da companhia exclusivamente na fabricação de tecidos índigo e brim. Além da alienação dos ativos no segmento de malharia, realizada no ano passado, a empresa alienou, neste ano, para holding do grupo, o segmento de viscose e deixou de atuar no segmento de poliéster. “Essas movimentações foram resultados de importantes decisões da administração da Vicunha, sendo cruciais para a retomada da lucratividade da empresa. Nosso grande objetivo, hoje, é o aumento de nossa participação de mercado por meio de investimentos na operação internacional e no aumento de produção e modernização das unidades fabris nacionais”, afirma José Maurício D´Isep, Diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Vicunha Têxtil.

Investimentos
Os números positivos do período são decorrentes do posicionamento da Vicunha em se fortalecer no setor tanto em âmbito nacional quanto no internacional. Para atingir essa meta, importantes ações estão sendo colocadas em prática, tais como:

* Projeção de investimento total de R$ 240 milhões nos próximos três anos para modernização das unidades fabris nacionais situadas no Nordeste (duas no Ceará e uma no Rio Grande do Norte); desse montante, R$ 90 milhões já serão aplicados neste ano, com foco na atualização de maquinários e processos e manutenção da demanda por mão-de-obra e quadro atual de funcionários.

* No período, a empresa consolidou sua operação internacional ao tornar a fábrica LA Internacional, localizada no Equador, uma subsidiária da Vicunha Têxtil. Nos próximos dois anos, a unidade fabril receberá investimento de US$ 25 milhões para duplicação da capacidade instalada na produção de índigo. O foco é apostar num mix de produtos premium que poderá atender o mercado nacional e, principalmente, a América Latina e Europa.

* Assinatura de Protocolo de Intenções com o governo de Mato Grosso e prefeitura de Cuiabá para instalação de indústria das atividades de fiação, tinturaria, tecelagem e acabamento, voltadas para o beneficiamento e produção de tecidos. O investimento projetado é de R$ 350 milhões, com previsão de geração de dois mil empregos diretos e seis mil indiretos, processamento anual de 65 mil toneladas de algodão e produção anual de 72 milhões de metros lineares de tecido.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.