×
Publicidade
Publicado em
20 de mai. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vicunha quer se tornar a líder mundial em produção de denim

Publicado em
20 de mai. de 2010

Vicunha

Ocupando atualmente a quinta posição no ranking dos maiores produtores de denim do mundo, a brasileira Vicunha dá um importante passo rumo a liderança no segmento.

Neste ano foi assinado um Protocolo de Intenções com o governo do Estado do Mato Grosso para a implantação de uma fábrica na cidade de Cuiabá que deve processar 65 mil toneladas de algodão para produzir 72 milhões de metros de tecido de denim. Isso significa um aumento dos atuais 13 milhões de metros de tecido ao mês para 19 milhões ao mês. O investimento será de cerca de R$ 350 milhões e deve gerar aproximadamente 2 mil empregos diretos e 6 mil indiretos na região. A previsão é de que a fábrica entre em operação a partir de 2013.

Com a sua primeira fábrica construída no Ceará, a Vicunha foi uma das apoiadora oficial do Dragão Fashion, o mais importante evento de moda de Fortaleza, que é uma vitrine para os designers da região norte do Brasil. Hoje, a gigante do denim está espalhada pelo Brasil e tem escritórios também na Europa, para melhor atender aos seus clientes internacionais, responsáveis por 30% de toda a produção da companhia.

Apesar da América Latina ser a maior compradora da Vicunha, a companhia tem dois centros de distribuição na Europa: um na Holanda e outro na Suíça, de onde fazem a entrega dos produtos aos seus clientes como Benetton, Diesel, Replay num prazo de apenas 48 horas.

De acordo com Fábio Sandes, coordenador de marketing da empresa, a Vicunha consegue se manter bem posicionada no mercado desde a sua construção, em 1967, porque apresenta importantes diferenciais frente aos seus competidores. Além de focar em um aprofundado trabalho de busca das tendências de moda com um ano de antecedência, produzem um vídeo com o resultado deste trabalho para expor aos cliente de todo o Brasil, fazem uma revista com todas as informações também para dar aos clientes, disponibilizam um extenso arquivos de fotos, apresentam preços competitivos, oferecem equipe de assistência técnica pós-venda, trabalham com estamparia no brim, reciclam 70% de toda a água utilizada nos processos de lavagem do denim e possuem os certificados de qualidade: ISO 9000 e o 14000. “E isso vem de uma empresa familiar, que acima de tudo quer investir e desenvolver o próprio país”, assinala Fábio Sandes.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.