×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de mai. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vetements vai realizar desfile em Paris no dia 1º de julho

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
14 de mai. de 2018

A Vetements está de volta à Semana da Alta-Costura, mas fora do calendário oficial. Acostumada a trocar de formato de Fashion Week, a marca de moda liderada por Demna Gvasalia, diretor artístico da Balenciaga, optou por se apresentar novamente nas tradicionais Semanas da Moda e vai desfilar as suas coleções masculina e feminina para a primavera-verão de 2019 no dia 1º de julho, em Paris.


Vetements, outono-inverno 2018-19 - © PixelFormula


O anúncio foi feito por meio de um vídeo no Instagram da marca, com imagens de shows e música techno como pano de fundo. No entanto, o local do desfile ainda não foi revelado.

O desfile será realizado no primeiro dia da Semana da Alta-Costura, que começa no dia 1º e termina no dia 5 de julho. Mas, segundo o porta-voz da Vetements, esta apresentação não vai constar no calendário oficial. Esta não é a primeira vez que a marca faz um desfile neste período.

A marca inspirada em streetwear surpreendeu quando trocou a Semana Feminina da Moda pela Semana da Alta-Costura, em julho de 2016, sendo aceita como membro convidado. Um ano depois, ela abandonou esta semana, muito lotada para o seu gosto, e optou por uma apresentação sem desfile durante a Semana Masculina da Moda. Em janeiro, ela finalmente voltou às passarelas, ainda durante na Semana Masculina da Moda, mas já fora do calendário oficial por discordar de algumas exigências da Fédération de la Haute Couture et de la Mode.

Claramente, a Vetements fez dessas mudanças e transformações a sua estratégia de comunicação. Este anúncio acontece em um momento em que os irmãos Gvasalia (Demna, diretor criativo, e Guram, diretor executivo) têm sido alvo de uma controvérsia. A revista e site norte-americano, Highsnobiety, publicaram no final de março um artigo sobre o declínio nas vendas da marca, informações que foram imediatamente rebatidas por Guram Gvasalia, que relatou um crescimento de 50% em relação ao ano anterior.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.