×
Por
Exclusivo
Publicado em
15 de out. de 2013
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

The MICAM Shanghai garante bons contatos

Por
Exclusivo
Publicado em
15 de out. de 2013

As onze empresas nacionais que participaram da The MICAM Shanghai voltam para o Brasil vislumbrando um futuro promissor na China. Em sua segunda edição, a mostra que ocorreu de 11 a 13 de outubro ajudou no trabalho de consolidação de imagem e proporcionou bons contatos. "Como a gente esperava, a feira está começando a se consolidar, assim como o calçado brasileiro está aumentando sua expansão na China. Os resultados da Micam Shanghai foram positivos e as empresas conseguiram fazer contatos com compradores potenciais", destaca Cristiano Körbes, coordenador de Projetos da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados).


NOVOS CONTATOS – Durante os três dias da mostra, as empresas nacionais realizaram 280 contatos, sendo 260 novos. Visitaram o estande coletivo do Brazilian Footwear compradores de países como Rússia, Taiwan, Cingapura, Japão, Líbia, Tailândia, França, Malásia, Ucrânia, Filipinas, além de China. Juntas, as marcas brasileiras esperam chegar a US$ 1,8 milhão em negócios nos próximos doze meses em decorrência da feira.

Para Cesar Yu, do Centro de Negócios Apex-Brasil em Pequim, as companhias brasileiras precisam continuar investindo no mercado chinês pelo grande potencial de negócios. "Os consumidores chineses querem comprar produtos internacionais e o Brasil precisa vender toda sua tradição calçadista", ressalta o executivo, que participará de um encontro no final deste mês para entender melhor como funciona a zona livre que começou a operar em Xangai no início de outubro. "Pode ser uma oportunidade para as empresas terem seu espaço na China, ou mesmo para o Brasil investir em um espaço do país, vendendo diferentes marcas", sugere.

MERCADO ESTRATÉGICO – Dando continuidade ao trabalho iniciado na edição passada da Micam Shanghai, realizada em abril, a Bibi está fortalecendo sua presença no País. "Identificamos que existe um grande potencial para a marca, temos estratégia para dar seguimento à abertura do mercado, que é alvo para a empresa, e agora precisamos encontrar o parceiro certo para dar um passo adiante. Esta é a hora e vamos seguir investindo em participação em feiras e eventos e na aproximação com potenciais compradores e distribuidores", ressalta Magnus Oliveira, gerente de exportação da Bibi.

Com participação ativa na China, a Stéphanie Classic vai iniciar agora um trabalho com um novo parceiro, que já trabalha com calçados do Brasil. "O nosso trabalho evoluiu bastante, temos uma boa aceitação e observamos que as chinesas gostam de sapatos mais fashion. A feira nos ajuda e esta edição teve uma boa movimentação e visitantes mais qualificados", frisa Arthur Henrique Batista, trader da marca.

No segmento masculino, a Sapatoterapia conseguiu alcançar os objetivos no evento e espera que os contatos realizados se revertam em bons negócios. A marca abriu um novo cliente que possui uma rede de lojas e voltou a fechar pedidos com outra rede que começou a trabalhar com a empresa na edição passada. "As coisas estão andando mais rápido do que eu esperava. O fato de termos um showroom em Dongguan nos ajuda bastante, pois mantemos nossa operação aqui. Prevejo um futuro bem promissor."

ESTREIA – Em sua primeira participação, a Pampili já começou a conquistar seu publico na China. De acordo com Gustavo Bacchiegga, coordenador de negócios internacionais da empresa, a coleção agradou aos visitantes. "Fiz contatos muito bons na feira, um deles já sabia tudo da Pampili, conhecia a marca, os produtos e o nosso conceito. Ele já trabalha com o infantil e agora quer implantar uma marca voltada ao feminino infantil, então temos boas oportunidades", conta Bacchiegga, que precisou estender sua viagem para visitar outro contato firmado no evento.

PARTICIPANTES – Participaram da Micam Shanghai, com apoio do Brazilian Footwear, as empresas Calçados Q-Sonho (marca Stéphanie Classic), Democrata Calçados, Calçados Beira Rio (marcas Vizzano, Beira Rio, Moleca, Molekinha e Modare), Crislli Calçados e Bolsas (marca Cristófoli), A Grings S.A (marcas Piccadilly e Piccadilly for girls), Amazonas, Radamés Artefatos de Couro (marcas Radamés e Kontatto), Pampili, Acrux Calçados (marca Sapatoterapia), Calçados Bibi, e Paquetá Calçados (marcas Dumond e Capodarte).

Foto: Reprodução

Copyright © 2021 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.