×
140
Fashion Jobs
Por
Guia JeansWear
Publicado em
14 de abr de 2015
Tempo de leitura
5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Tecnotêxtil Brasil: destaques do evento que ocorreu em clima otimista

Por
Guia JeansWear
Publicado em
14 de abr de 2015

As feiras “Tecnotêxtil Brasil – Feira de Tecnologias para a Indústria Têxtil” , “ENT Brasil – Exposição de Equipamentos e Insumos para a Indústria de Nãotecidos e Tecidos Técnicos” e “Seritex – Feira de Serigrafia e Tecidos para a Indústria Têxtil” realizadas simultaneamente de 07 a 10 de abril de 2015, no Expo Center Norte, na capital paulista, terminaram com saldo positivo.

Tecnotêxtil Brasil 2015 - Foto: Guia JeansWear


Os eventos reuniram 800 empresas e 17.500 mil visitantes, segundo os dados da assessoria. Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente da FCEM, declara: “Além dos negócios realizados, umas das grandes contribuições da Tecnotêxtil Brasil 2015 foi resgatar o otimismo dos empresários que participaram da Feira, como expositores ou como visitantes”.

Pela primeira vez, os visitantes que não realizaram cadastro prévio tinham que realizar o pagamento de R$ 20 para ingressar na feira. Segundo Madeira, esses novos critérios “reduziram a quantidade de visitantes na mesma proporção em que fortaleceram a qualificação dos visitantes”. As reclamações que pudemos ouvir dentro da feira sobre essa nova regra foram, de fato, mínimas.

Expositores em destaque:

Entre todas as empresas, um dos grandes destaques foi a brasileira Audaces. Durante a Tecnotêxtil, a empresa lançou a Audaces Neocut, uma máquina de corte segura e que se adequa a todas das regras da lei do trabalho NR12.

O grande diferencial dessa máquina é que o sistema de segurança funciona como um play and pause. Ou seja, o dispositivo de segurança apenas dá um pause no funcionamento da máquina, bastando um play para ela começar a funcionar exatamente de onde parou.

“Os sistemas de segurança antigos desligavam a máquina completamente e era necessário programar e recomeçar todo o processo, ocasionando perda de tempo de produção e eficácia. Com a Audaces Neocut esse problema foi sanado através do novo sistema”, afirmou Cladi Junior, um dos representantes da Audaces que conversou conosco durante a feira.

Além da Audaces Neocut, a Audaces Vestuário, um sistema que permite automação no desenvolvimento de modelagem e encaixa, minimizando perda de tecido, também foi outro destaque da empresa. Uma das grandes vantagens dos produtos da Audaces é relacionada também à questão de financiamento. Como a empresa e o produto são brasileiros, é possível adquirir todas as máquinas através de financiamentos de incentivo como FINAME e BNDES.

Outra brasileira, a Automatisa destacou suas máquinas Mira 3E, Vista e ID Laser Eco Fiber. A Mira 3E é capaz de gravar e texturizar tecidos dependendo apenas de imagens feitos no computador, enquanto a Vista foi desenvolvida para corte a laser de materiais de rolo como etiquetas tecidas, bordadas e adesivas. Já a ID Laser Eco Fiber identifica e codifica por laser uma vasta gama de produtos.

“O uso do laser torna os processos de lavanderia na confecção mais rápidos e humanizados, reduz pela metade o consumo de água, além de dispensar o uso de produtos químicos”, comentou Joana de Jesus, diretora comercial da Automatisa.

Além das nacionas, empresas importadoras como Andrade, Welltec, Sily & Cia, Silmaq, Sun Special levaram ao evento máquinas de bordar, casear, enfestar, tudo com produção automatizada. A Sun Special apresentou uma máquina de pregar botões que faz 2 mil bolsos/dia, com a possibilidade de filigranas diferenciados substituindo a costura reta.

Falando de filigranas, a Sociotec investiu na tecnologia japonesa Mitsubishi como base para sua máquina que borda filigranas em duas cores com uma produção média também de 2 mil bolsos/dia. Como parte da máquina é importada e parte é brasileira, visando facilitar financiamentos, as partes são vendidas separadamente.

A Andrade destacou as máquinas da Sansei de pregar passantes e casear, mas a empresa conta com uma gama completa de produtos para o jeans: máquinas de pregar bolsos, passantes, de fazer filigranas, travetes, entre outras.

Já a Mega, importadora de Criciúma que trabalha com máquinas italianas, marcou presença pela primeira vez no evento destacando sua máquina JT884 de pregar bolsos com capacidade de produção de 2400 bolsos/dia. No momento da nossa visita, uma demonstração de bolsos sendo pregados com costuras diferenciadas, formando desenhos de flores, chamou nossa atenção.

Por fim, a Sily & Cia, que trabalha com máquinas japonesas e italianas, tem todos os equipamentos necessários para montar uma fábrica de jeanswear.

 


A empresa fica em Vitória, no ES, e está há 30 anos no mercado firmando parcerias importantes dentro do segmento jeans.

Expectativas:

Diante de um cenário econômico afetado pela crise política atual, as expectativas para a Tecnotêxtil de 2015 eram variadas. Alguns expositores esperavam menos visitas e menos negócios, e acabaram se surpreendendo com o número de visitas e o fechamento e prospecção de novos negócios, enquanto outros afirmaram um movimento aquém das expectativas.

No quesito feira, diversos elogios sobre organização e estrutura mantiveram a Tecnotêxtil como um dos eventos mais importantes para empresas no setor de confecção. Balanceando os prós e os contras, a feira teve clima otimista e terminou de forma positiva. A série de palestras paralelas e um público interessado em conhecer novas tecnologias e fechar negócios ajudaram a fortalecer o evento este ano.

Apresentações ITMA 2015: Os expositores e visitantes da “Tecnotêxtil Brasil 2015” tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre a edição 2015 da ITMA, que será realizada em Milão entre os dias 12 e 19 de novembro, em duas apresentações sobre a maior feira de maquinário têxtil e de confecção do mundo.

Os encontros foram uma realização da Revista Têxtil – que é o representante honorário para a promoção da ITMA 2015 no Brasil –, com apoio da FCEM. Daphne Poon, diretora de marketing da MP Exposition, organizadora das ITMAs Europa e Ásia, e a executiva de marketing da empresa, Vanessa Chua, apresentaram a feira em dois encontros, além de realizarem várias reuniões com associações e empresas durante o evento.

A próxima “Tecnotêxtil Brasil” acontece entre os dias 25 e 28 de abril de 2017, no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo.

Copyright © 2021 Guia JeansWear. Todos os direitos reservados.