×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
2 de mai. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Tapestry: vendas da Coach aumentaram no terceiro trimestre

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
2 de mai. de 2018

A fabricante de bolsas e acessórios de moda, Tapestry, viu suas ações caírem na terça-feira (1), após o anúncio de um declínio nas margens no terceiro trimestre, além das vendas de sua marca Kate Spade terem sido consideradas decepcionantes em uma base comparável.


Coach - Outono-Inverno 2018 - Moda Feminina - Nova York - © PixelFormula


As ações caíram 12,1% para 47,27 dólares por volta das 14:20 GMT, o maior declínio no S&P-500, que recuou 0,30% nesta fase.

O grupo também reportou atrasos de produção e vendas menores do que o esperado para sua marca premium, Stuart Wietzman, e disse que espera que essas dificuldades continuem no outono / inverno.

As vendas da marca Kate Spade em uma base comparável diminuíram 9%. Os analistas esperavam um declínio de 7,24%.

As fracas margens geradas por sua subsidiária Stuart Weitzman pesaram sobre a margem bruta total, que ficou em 68,7%, em comparação com 70,9% um ano antes.

Por outro lado, as vendas da marca Coach aumentaram quase 6%, contribuindo para um aumento global de 3% nas vendas do grupo em uma base comparável.

O lucro líquido foi de 140,3 milhões de dólares no trimestre encerrado em 31 de março, ou 48 centavos por ação, em comparação com 122,2 milhões de dólares (0,39 centavos por ação) no ano anterior.

Excluindo itens únicos, o lucro por ação foi de 54 centavos, em comparação com uma média de 50 centavos esperada pelos analistas, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas líquidas aumentaram em um terço, para 1,32 bilhão de dólares, ficando também acima das expectativas.

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.