×
820
Fashion Jobs
CAEDU
Supervisor de Vendas - Barueri
Efetivo - CLT · Barueri
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal

Swatch Group: lucro líquido do primeiro semestre cai atingido pelo franco suíço

Por
AFP
Publicado em
today 16 de jul de 2015
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

O relojoeiro suíço Swatch Group viu seu lucro derreter no primeiro semestre, atingido pela sobrevalorização do franco suíço, anunciou o grupo nesta quinta-feira (16), apontando ainda uma queda da visitação turística em Hong Kong.

A situação em Hong Kong está atingindo os resultados dos grupos de luxo nos seis primeiros meses do ano.


Assim, o lucro líquido do grupo sofreu uma contração de 19,4% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 548 milhões de francos suíços (525 milhões de euros), apontou a companhia em um comunicado.  
 
O grupo proprietário, entre outras, das marcas Tissot, Longines e Omega imputou esta contração ao impacto sobre o franco suíço desencadeado pela mudança na política monetária do Banco nacional Suíço (BNS) em janeiro passado.

O grupo, que desde então procedeu a ajustes de preços, no entanto, registrou um crescimento de 2,2% das suas vendas, que chegaram a 4,1 bilhões de francos suíços.
 
No segmento dos relógios e joias, sua divisão mais forte, o avanço das vendas ficou em 3,4%, com taxas de câmbio constantes, e em 2%, uma vez feita a conversão em franco suíço. Por comparação, as exportações de relógios de pulso para o conjunto da indústria relojoeira recuaram 1,1% até o fim de maio.
 
Na zona do euro, o grupo registrou um crescimento na casa dos dois dígitos em moedas locais, explicou a companhia, apontando que havia também alcançado um avanço das vendas na maior parte dos países, com exceção da Coreia do Sul, onde a visitação turística foi atingida pelo coronavírus Mers, e de Hong Kong, o maior mercado para os relógios suíços, onde o número de turistas diminuiu sensivelmente desde a "revolução dos guarda-chuvas".
 
Entretanto, o crescimento na China continental continuou, inclusive no meio e no topo de gama, destacou o Swatch Group.
 
Apesar desta queda no primeiro semestre, o grupo se mostrou otimista para a segunda metade do ano, avaliando que as perspectivas eram "muito boas", notadamente graças aos impulsos ligados ao lançamento de novos produtos.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.

Tags :
Luxo
Relojoaria