×
601
Fashion Jobs
CAMICADO
Supervisor de Vendas - Tijuca/rj
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
RENNER
Analista de RH - Business Partner
Efetivo - CLT · Porto Alegre
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| Natal Shopping
Efetivo - CLT · Natal
RENNER
Executivo Comercial
Efetivo - CLT · Porto Alegre
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Cidade de São Paulo
Efetivo - CLT · São Paulo
VIVARA
Aprendiz Comercial - Center Shopping Uberlândia
Efetivo - CLT · Uberlândia
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Del Rey
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
VIVARA
Aprendiz Comercial - Shopping Uberaba
Efetivo - CLT · Uberaba
RENNER
Buyer (Fashion Buyer)
Efetivo - CLT · Porto Alegre

Roland-Garros sofistica-se para seduzir o mercado externo

Publicado em
today 22 de mai de 2016
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A 5 de junho, o aberto internacional da França de Roland-Garros revelará o nome do vencedor de 2016 da Copa dos Mosqueteiros. Desde as primeiras bolas trocadas para as qualificações no último dia 15, até à final, três semanas de competição animam o complexo da Porte d’Auteuil em Paris.

A marca Roland-Garros busca desenvolver suas vendas fora do período do torneio. - Roland Garros


Um período que é também essencial para a marca Roland-Garros. Esta é hoje basicamente vendida nas lojas exclusivas dedicadas ao tênis e nos pontos de venda parisienses como Aeroportos de Paris, via um espaço na Galerie Lafayette e, este ano, uma pop up store no Carrossel do Louvre.
 
Há três anos, Roland-Garros desenvolve sua identidade tendo por ambição reavivar sua marca durante todo o ano. Esta realiza ainda cerca de 70% do seu volume de negócios no período do torneio, em especial, com produtos-chave como a toalha de jogador, realizada com Carré Blanc, da qual saem cerca de 1.000 exemplares por dia.

Mas a equipe da marca desenvolve claramente sua oferta. "Fazemos de modo a ajustar sazonalmente a marca de forma com que ela possa ter um período de exposição maior", explica Edouard Bardon, encarregado do merchandising e das licenças da marca.
 
Para atingir seus objetivos, a Roland-Garros trabalhou em sua oferta de produtos. "Trabalhamos em uma gama menos voltada só para o evento, mais voltada ao evento e ao aspecto mais premium, explica Edouard Bardon. Trabalhamos num estilo elegante e mais francês, trabalhando com códigos branco e azul e saibro com polos, saias plissadas e gola V. O estado de espírito do torneio é esse com um French Touch de elegância primaveril".
 
Uma abordagem que se concretiza também por meio do trabalho com as licenciadas, como Lacoste, mas também Adidas, que entrega uma coleção com a Y-3, e recentemente com a Longines, que assina um cronômetro de alta gama.
 
Desde 2012, a marca realiza também coleções-cápsulas. Este ano, ela assina quatro colaborações com a Rivieras, Urbanears, Dinh Van e a Slip Français. Esta abordagem, com suas quase 400 referências, permitiu aumentar o tíquete médio para 70 euros.
 
Desenvolvimento internacional
Na realidade, a Roland-Garros pretende explorar sua aura com a exportação. Se 30% dos visitantes do torneio são do exterior, estes realizam 40% das compras.

As peças básicas representam quase um terço das vendas da marca. - Roland Garros


E nos pontos de venda fora do estádio, elas contam com 65% da clientela. "Nossa marca continua associada à Paris. Ela é principalmente centrada no cliente internacional, explica Edouard Bardon. Os testes provinciais não foram necessariamente conclusivos".
 
Seu crescimento de sofisticação e do seu French Touch devem permitir firmá-la um pouco mais em mercados como o Japão, a China ou mesmo os Estados Unidos, sensíveis a este toque autêntico. Mas, de acordo com os mercados, a marca se apoia em diferentes alavancas.
 
Assim, na Índia, Coreia do Sul ou até mesmo no Brasil, a Roland-Garros associa a marca, o desenvolvimento da prática do tênis e a promoção do saibro. Ela é assim apresentada em eventos de tênis realizados com clubes e com as federações de diferentes países.
 
As próximas etapas para a Roladn-Garros são, quanto ao produto, o desenvolvimento de uma proposta têxtil que possa seguir durante todo o ano. A retomada do site de vendas da marca lhe permite considerar uma distribuição mais densa fora dos períodos do torneio.
 
Quanto à expansão, em 2017, um licenciado sul-coreano iniciará a distribuição da Roland-Garros em um estilo sportswear chique. Outros acordos deste tipo, em outros mercados, podem também ter sua concretização fechada.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.