×
879
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Redes sociais para vendas é tema de debate no Brazilian Retail Week

Por
UseFashion
Publicado em
today 1 de ago de 2013
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Um grupo de experts foi reunido para falar sobre o sucesso de seus negócios graças aos recursos das redes sociais. O bate-papo aconteceu nessa terça-feira dia 30, no Brazilian Retail Week, em São Paulo, e contou com a participação de Leandro Soares, diretor de marketplace do MercadoLivre, Pedro Guasti, vice-presidente do Buscapé, Renato Mendes, head of corporate affairs da Netshoes, Adriana Mesquita, client partner do Facebook, Roberto Motta, head social media da Dafiti e Sandro Neto, gestor de comunicação do Senac São Paulo.


O primeiro ponto discutido foi sobre como as redes sociais, principalmente o Facebook, têm influenciado no aumento de conversões de compra. No caso da Netshoes, Renato afirma que a ferramenta facilita qualificar e segmentar o público-alvo da empresa, favorecendo na divulgação e gerando mais acessos ao site. Ele frisou que de nada adianta atingir uma grande quantidade de seguidores da fanpage, se os usuários não forem de fato os consumidores dos produtos. Renato ainda destacou a importância de extrair dados diariamente, analisar e entrar em ação rapidamente para não perder oportunidades. "A empresa precisa aproveitar momentos que sejam coerentes com seu segmento. Durante o período de lutas de UFC, elaboramos postagens com produtos para a prática do esporte. E esta oportunidade gera muitas vendas”.

Tratando especificamente do Facebook, Adriana Mesquita conta que a rede possui todos os tipos de pessoas e, principalmente, o cliente que interessa para qualquer marca. O diferencial é a maneira que cada segmento vai atingir o usuário que deseja alcançar. Segundo ela, é possível impulsionar publicações de postagens e páginas de longo alcance segmentado, ou seja, que os anúncios consigam atingir usuários dentro de perfis específicos, utilizando filtros que determinem geolocalização, gênero, faixa etária, preferência esportiva, entre outros.

Já com conhecimento nesta ferramenta de anúncios, Roberto Motta comenta que para a Dafiti esse recurso é extremamente importante. Contou que a área envolvida em redes sociais é dividida em dois: orgânica e não orgânica. A primeira reúne planejamento, monitoramento, análise de elogios, críticas e resultados do fluxo normal da fanpage. Dentro desta, acontece a confirmação do conteúdo x produto, como citou: “Será que postagem de bota atrai mais do que de vestido?”. A segunda equipe está envolvida diretamente com os anúncios patrocinados dentro da mídia social.

Para Leandro Soares Mercado Livre, a ferramenta dentro do Facebook que proporciona mais resultado é o “curtir” e “compartilhar” ao lado do produto no próprio ecommerce. Leandro afirma: “É melhor que o amigo compartilhe, do que a própria marca”, ou seja, os usuários confiam mais no que o “amigo” indica do que a própria empresa divulgar. A importância é tão grande que na home do Mercado Livre existe uma lista dos mais compartilhados.

Outros pontos abordados foram justamente o comportamento dos internautas. De acordo com Roberto, a marca precisa ficar alerta e verificar quais novas mídias estão surgindo. Para ele, é preciso avaliar a aderência da nova rede no mercado brasileiro. Já Renato comenta que a estratégia principal é manter sempre o ecommerce acima dos canais de relacionamento. “O site e a marca precisam estar fortalecidos. Pode ser que a rede social mais utilizada agora se torne enfraquecida futuramente. Mesmo assim, é preciso migrar junto com o cliente para a ferramenta que ele passar a usar”, frisa.

Sobre a atitude dos gerenciadores das páginas, Sandro Neto diz: “Se a marca deixar de usar alguma rede social, é preciso apagá-la. Nenhum cliente gostaria de encontrar um perfil abandonado”. Já para lidar com reclamações nos murais, Adriana afirma que se o cliente está lá expondo seu problema, é porque ele quer recuperar a boa impressão da marca e, por esse motivo, é importante não apagar comentários deste gênero e mostrar que a empresa está ouvindo e, caso necessário, levar para fora da fanpage.

O evento termina nesta quarta, 31. Entre os destaques do dia está a palestra "A reinvenção do calendário promocional: fazendo o varejo ter movimento de Natal o ano inteiro", que começa às 16h30, com os seguintes debatedores: Eugênio Liberatori Velasques - Diretor Executivo - Bradesco Seguros, Christina Carvalho Pinto - Sócia - fundadora - Full Jazz Comunicação e Propaganda, Gabriela Baumgart - Sócio Diretora - Shopping Center Norte, Alain Benvenuti - Vice Presidente Comercial Perecíveis - Walmart , Sonia Hess - Presidente - Dudalina S/A, Ronaldo Pereira - CEO - Óticas Carol S/A, Pedro Herz - Presidente do Conselho Administrativo - Livraria Cultura.

Fotos: Divulgação

Copyright © 2019 UseFashion. Todos os direitos reservados.