×
Por
Terra
Publicado em
15 de out. de 2009
Tempo de leitura
5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Ralph Lauren, aos 70 anos, continua a "vender sonhos"

Por
Terra
Publicado em
15 de out. de 2009

Conta-se que, em 1957, Ralph Lipschitz Lauren escrevia no anuário de sua turma do De Witt Clinton High School, de Nova York, seu sonho de vida: ser milionário. Hoje, dia 14 de outubro, ao completar 70 anos, o estilista Ralph Lauren, dono de um império cuja marca está avaliada em US$ 3,094 bilhões, é sinônimo de luxo, sofisticação e do estilo americano de ser, viver e se vestir.


Ralph Lauren sempre quis ser milionário


Seu último desfile na semana de moda de Nova York, em setembro, muito aplaudido pela plateia, foi inspirado no trabalho dos operários, dos fazendeiros, dos caubóis e das mulheres do Oeste americano. "Acredito na capacidade de reação dos Estados Unidos, em seu espírito pioneiro", afirmou o estilista após a apresentação, praticamente toda em tons de azul e com muito jeans. Aliás, o estilo country já havia sido inspiração em 1978. Em 1981, os índios americanos serviram de fonte para a coleção do estilista. É a essência da cultura americana, que se mistura ao estilo clássico.

Essa fé no povo americano move o estilista, de família judia, que se vestia com roupas de segunda mão quando jovem por ordem do pai, judeu ortodoxo. Ralph sempre também admirou a elegância natural de pessoas como o Duque de Windsor, Greta Garbo, Fred Astaire. E levou este conceito de certa forma "aristocrático" e sofisticado ao americano médio, misturado a um estilo despojado e esportivo.

Em 1968, lançou sua primeira empresa de moda, a Polo Fashions, de roupas masculinas, um ano depois de uma vitoriosa empreitada no mundo das gravatas. De lá para, uma sucessão de novas criações, das roupas femininas a peças para decoração, sempre transmitindo o conceito não só de moda, mas de um estilo de vida. O famoso logotipo do jogador de polo, principalmente em suas camisas de malha, resume a filosofia da marca.

Confira abaixo 15 curiosidades sobre a carreira de Ralph Lauren e algumas de suas frases:
1) O estilista nunca cursou uma escola de moda. Fez administração e trabalhou como vendedor de lojas de roupas. Em meados dos anos 1960, começou a usar, ele mesmo, gravatas mais largas (com dez centímetros) do que aquelas que se vestiam na época. Criou um estilo. Em 1967, lançou a marca Polo de gravatas. Sucesso imediato. Estima-se que vendeu US$ 500 mil em gravatas naquele ano. "Nunca fui a uma escola de moda, era um jovem com estilo. Nunca imaginei que Polo chegaria a ser o que é. Só segui meu estilo."

2) O nome Polo foi escolhido exatamente porque o esporte personifica um estilo de se vestir discreto e clássico. "A gravata servia como modo de expressão para o homem. Pensei que os homens estavam preparados para usar algo novo e diferente. Não queriam transmitir a imagem de que trabalhavam para a IBM. Uma gravata bonita expressa qualidade, bom gosto e estilo."

3) No começo dos anos 1970, Ralph Lauren apresenta sua primeira linha feminina. As tradicionais camisas masculinas foram adaptadas ao corte e ao estilo feminino. O logotipo do jogador de polo foi lançado para a linha feminina. Primeiramente apenas no punho. Depois incorporado às demais peças.

4) Foi o primeiro estilista americano a ter loja própria nos Estados Unidos, com a abertura do estabelecimento em Beverly Hills, em 1971. Desde 1969, já tinha um espaço dentro da loja de departamento Bloomingdale's.

5) Em 1972, lançou a tradicional camisa de malha, incorporando o logotipo do jogador de polo e 24 cores diferentes. É transformada num clássico.

6) Em 1974, Ralph Lauren desenha o figurino para o protagonista do filme O Grande Gatsby, vivido por Robert Redford. O terno rosa é um dos destaques do filme, ambientando nos anos 1920.

7) Se no último desfile da marca, em setembro, Ralph Lauren se inspirou no Western americano, podemos falar que houve uma releitura de si mesmo. Em 1978, lançou a coleção com o mesmo apelo. Jeans, lenços, botas e longas saias fizeram parte da provocativa coleção.

8) "Não sou uma pessoa que goste de moda. Sou contra ela. Não desejo fazer parte desse mundo. É muito fugaz. Nunca fui influenciado por ele. Me interessam o duradouro, o atemporal, o estilo, não a moda."

9) Pela primeira vez são lançadas fragrâncias para os dois sexos ao mesmo tempo no mundo da moda. É o ano de 1978 e Ralph entra no setor de perfumes com Polo for Men e com Lauren, para mulheres.

10) O estilo de vida que sempre quis transmitir por meio de suas roupas é transferido a peças para casa. Em 1983, transforma-se no primeiro estilista a criar roupas de cama, mesa e banho, aos quais são incorporados depois móveis e outros objetos de decoração. Mais uma vez a coleção reafirma o estilo americano de viver.

11) Em 1994, criou o famoso alvo azul e branco, símbolo da luta contra o câncer de mama, em homenagem à sua amiga, a jornalista e editora de moda do The Washington Post, Nina Hyde, vítima da doença. A campanha, incorporada no Brasil pelo IBCC (Instituto Brasileiro de Combate ao Câncer), já arrecadou mais de 10 milhões de dólares nos países onde atua: Argentina, Austrália, Brasil, Islândia e Reino Unido, além dos Estados Unidos.

12) Precursor em vários setores, foi também o primeiro estilista americano a abrir loja fora dos Estados Unidos. A primeira foi em Londres, em 1981. Em 1986, foi a vez de Paris. No ano passado, abriu uma loja na Avenue Montaigne, na capital francesa, apenas com roupas e acessórios femininos, inclusive oferecendo a bolsa Ricky, de couro de crocodilo, que custa 20 mil euros e demora quatro meses para ser entregue.

13) A personagem Rachel Green, vivida por Jennifer Aniston no seriado Friends, trabalhava na empresa Ralph Lauren. Começou na segunda temporada da série, que começou em 1994, até o último episódio, em 2004. O próprio Ralph Lauren fez participação especial em dois episódios.

14) Somente a marca Polo Ralph Lauren está avaliada em US$ 3,094 bilhões. Ocupa, segundo a consultoria britânica InterBrand, o 99º lugar entre as mais valiosas do mundo. O valor de mercado da empresa é de US$ 7,5 bilhões. Este ano, lançou sua primeira linha de relógios de luxo, com três peças, seguindo o conceito da atemporalidade das peças. Os acessórios custam a partir de US$ 9 mil.

15) Aos 70 anos, Ralph Lauren comanda 90% da empresa, dona de outras marcas, como Polo, Chaps, Lauren e Club Mônaco, e com 15 mil funcionários. A loja-âncora mais famosa da empresa está localizada na mansão Rhinelander, na Madison Avenue, em Nova York, um prédio desenhado em 1890, e adquirido por Lauren em 1986. "Eu não vendo roupas ou objetos de casa, eu vendo sonhos." É o que continua fazendo nas 390 lojas próprias espalhadas pelo mundo.

Rosângela Espinossi

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.