×
Por
Exclusivo
Publicado em
21 de ago. de 2013
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Projeto Ápice: o sapato que é uma joia

Por
Exclusivo
Publicado em
21 de ago. de 2013

Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), em conjunto com o Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), apresenta o Projeto Ápice, desta vez no Viva Design, exposição que acontece de 12 de agosto a 7 de setembro no Conjunto Nacional, em São Paulo/SP.

Esta é a segunda apresentação pública dos produtos, que já foram expostos, com grande repercussão, no São Paulo Fashion Week. Apoiadas pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), através dos programas Brazilian Footwear e Brazil Gems and Jewely, as entidades setoriais convidaram dois renomados designers, um de calçados e outro de joias, para desenvolver cinco produtos – dois calçados, duas carteiras e um bracelete – que mostram a profícua sinergia entre as duas áreas.

Um dos designers escolhidos foi Jorge Bischoff, da grife homônima de Igrejinha/RS. Dentro deste contexto, ele destaca que as áreas se tocam em muitos pontos. “Basta analisar o extremo cuidado com os detalhes, a importância dada ao desenho exclusivo e, acima de tudo, as emoções que um sapato ou uma joia são capazes de despertar”, avalia. Para o designer, a iniciativa fortalece o conceito da criação nacional, destacando os produtos a um patamar superior de exclusividade e moda.

Já a designer de joias, Gloria Corbetta, foi incumbida de adornar os produtos e desenvolver o bracelete. Ela conta que iniciou o processo com vários desenhos “escultórios”. “Sou escultora acima de ser designer de joias”, frisa. A partir daí, o designer de calçados passou a criar os sapatos de acordo com as cores das pedras designadas.

No desenvolvimento, os designers pensaram em uma mulher elegante, sofisticada e que não mediria custos para usar uma verdadeira obra de arte atemporal nos pés. “Essa mulher estaria difundindo cultura, não esquecendo que arte a gente herda e quem sabe ela não deixaria seus sapatos para suas filhas e netas usarem?”, aponta Gloria.

FORÇA CONJUNTA – O presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, reforça que a integração entre os dois segmentos demonstra a unidade e a força da moda nacional. “Junto com os setores de confecções, artefatos e joias já realizamos diversas ações de desenvolvimento e promoção comercial, no âmbito do Brazil Fashion System, com o apoio da Apex Brasil”, afirma Klein.

O presidente do IBGM, Hecliton Santini Henriques enaltece a importância da união das entidades neste projeto. "Há alguns anos as diversas associações de classe ligadas à moda têm trabalhado em conjunto, principalmente em atividades de promoção e formação de imagem, que culminou com a criação do Sistema Moda Brasil. O Projeto Ápice é um significativo marco nessa relação", avalia Santini Henriques.

CUSTOS – Apesar das peças serem conceituais, sem intenção de comercialização, estima-se que o produto final teria um preço de uma peça de arte no mercado. Gloria destaca que aos saltos e biqueiras foram acrescidas zircônias, pedras coradas lapidadas e prata 950. “Só falando em termos de joia teríamos em cada peça, mais ou menos um valor de R$ 2 mil sem falar em custo de criação”, informa Gloria. As carteiras iriam pelo mesmo caminho, ao passo que custo do bracelete poderia chegar a algo em torno de R$ 1,5 mil. Segundo Bischoff, no varejo os calçados prontos poderiam custar R$ 5 mil, mesmo preço das carteiras. Já o bracelete segundo o designer, chegaria à loja com preço em torno de R$ 3 mil.

MATERIAIS – Em todos os produtos foi empregada pele de serpente python, matéria-prima importada sob licenças especiais e utilizada em produtos personalizados da grife Jorge Bischoff. O designer destaca que um dos sapatos criados nessa parceria foi um peep toe de salto alto que se distingue, sobretudo, pelo filete metálico aplicado à meia-pata. “O salto recebeu modelagem exclusiva e pátina em tom esverdeado, harmonizando-se ao complemento de quartzo bicolor lapidado, prata e zircônias”, informa.

Para formar um conjunto, Bischoff desenvolveu uma carteira do mesmo material, adornada com prata, ouro, quartzo bicolor e zircônias. “Ostentando uma ametista, o sapato recebeu salto modelado em prata escovada, enquanto a carteira levou prata, ouro, ametista e zircônias. E completando o mix, o bracelete segue a mesma estética, com pele de python, prata, quartzo bicolor e zircônias”, explica Bischoff.

Copyright © 2022 Exclusivo On Line. Todos os diretos Reservados.