×
887
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Première Vision Pluriel: todos os salões estavam cheios

Publicado em
today 27 de set de 2013
Tempo de leitura
access_time 4 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Todos os seis salões, que compõem o Première Vision Pluriel, apresentaram crescimento na visitação da última edição, ocorrida de 17 a 19 de setembro. Assim, cerca de 62.930 visitantes foram ao Parc des Expositions Paris-Nord Villepinte, um avanço de 3,6% em relação a setembro de 2012.


O salão voltado aos fabricantes de têxteis, Première Vision, e o dos fios e fibras, Expofil, reuniram 52.804 profissionais. Um aumento de 14%, qualificado de excepcional pela organização, que não deixou de destacar que 19.000 visitantes haviam percorridos os salões no primeiro dia.

Quanto à visitação estrangeira, o salão alcançou um crescimento de 15% na presença europeia em relação a setembro de 2012. Em especial com uma alta de 41% para a Itália, que ficou com o primeiro lugar dentre as delegações do Velho Continente, à frente da Espanha, com +16%, e de Portugal, com 27% de crescimento. Fora da Europa, o salão observou um recuo de 8% entre os Brasileiros, depois do avanço do ano passado, ao passo que a China reforçou sua presença mais uma vez, com +21%. Porém, além dos Estados Unidos +16%, do Japão +2% e da Coreia do Sul +8%, o encontro observou principalmente um novo crescimento da presença turca +11,8%, "daqui por diante um ator indispensável no setor têxtil".


Por sua vez, o Indigo, salão do design e da criação têxtil, reuniu 14.820 visitantes, apresentando uma alta de 5% a mais do que a de +17% verificada um ano antes. Para esta primeira edição, na qual ele tinha como vizinho o Expofil, do total dos visitantes, o encontro atraiu 74% de profissionais estrangeiros.

Mais uma vez o Reino Unido foi o país mais representado (com um crescimento de 12%), à frente da Bélgica, com +22%, da Alemanha, com +8%, e da Suíça, com +60%. Já com o maior crescimento registrado no ano passado, a Itália estabilizou neste ano sua delegação, alcançando uma alta de 3%, enquanto a Espanha, com +11%, e Portugal, com +31%, se reforçaram.

Fora da Europa, vale a pena observar que a presença chinesa dobrou, ao passo que as delegações nipônicas, com -17%, e brasileira, com -14%, apresentaram retração.


Por sua vez, o Modamont atraiu 26.532 visitantes em sua primeira edição no hall 4, atingindo assim um novo recorde, depois dos 22.344 visitantes do ano passado. Por outro lado, a edição foi marcada por um recuo de 2,6% no número de visitantes franceses, resultado da ausência de muitas microempresas e autônomos.

Já entre os estrangeiros, o número de visitantes estrangeiros cresceu 33,5%, representando agora 66,5% do total. Na Europa, o Reino Unido, com uma alta de 35%, e a Alemanha, com +17,8%, levaram as maiores delegações. A presença americana dobrou, ultrapassando um mil profissionais, enquanto a Turquia obteve um avanço de 60%, com 760 visitantes. A China também tem de ser lembrada, uma vez que alcançou um crescimento de 121%, com 918 profissionais, ao passo que a Coreia do sul e o Japão apresentaram também fortes altas.


O Cuir à Paris recebeu 17.000 profissionais. Um avanço de 21,5% para o salão do couro, que turbinou tanto sua visitação europeia, com +22%, quanto a estrangeira, com +16,5%. Com isso, os corredores eram 80% percorridos por Europeus, a começar pelos profissionais franceses, que apresentaram uma alta de 20,5%, e os italianos, com +47%. O Norte da Europa também se mostrou dinâmico com o crescimento observado dentre os Holandeses (+47%) e Britânicos (+27%), enquanto a presença americana exibiu um crescimento notável.

Além do mais, a organização ressalta um avanço de 17,8% no número de visitantes provenientes da Ásia, com os Chinese, os Sul-coreanos e Taiwaneses à frente das delegações.


Recentemente comprado pela Première Vision S.A., o Zoom by Fatex também reforçou sua visitação, com 8.166 profissionais, alta de 18%. Dessa maneira, o ex-salão da Eurovet, voltado à confeção de moda, também foi bem em relação à alta de 3,6% verificada no ano anterior. Edição na qual a parcela estrangeira de visitantes representou 55% do total, o que parece estar se acentuando.

Assim, a organização também ressalta a presença crescente dos compradores americanos e dos europeus do leste. Bem como dos compradores espanhóis e italianos, apesar de suas conjunturas nacionais.

Quanto à China e à Coreia do Norte, elas apresentaram um "avanço espetacular" nesta edição, e Brasil, Argentina e Rússia continuam buscando seu crescimento. O que "confirma o interesse desses países pelo Made in Europe".

A próxima edição do Première Vision Pluriel ocorrerá de 18 a 20 de fevereiro de 2014, ainda no Parc des Expositions de Paris-Nord Villepinte.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.