×
Publicado em
21 de abr. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Portugal Fashion: um casamento entre novatos e experientes

Publicado em
21 de abr. de 2010

Portugal Fashion
Desfile de Fatima Lopes
Ao fim da estação, quando todas as grandes metrópoles já realizaram seus desfiles, o Portugal Fashion achou o seu espaço na última semana de março.

Aproveitando o ensejo de diversas pequenas e médias empresas locais que lançaram as suas próprias grifes para se livrar da dependência às demandas dos compradores, o salão de Porto quer mostrar o "savoir-faire" e a criatividade do seu país.

Para a 26 edição, os 18 desfiles, dos quais três coletivos, estiveram lotados às margens do rio Douro. “A indústria portuguesa era muito forte, mas uma indústria que não tem as suas próprias marcas não é fácil de se manter. O evento daqui se desenvolve com a presença de criadores e de marcas próprias. Alguns que desfilam à Paris voltam para esta edição”, comenta o entusiasta Pedro Oliveira, diretor comercial da Lion of Porches.

De fato, Fatima Lopes e Luis Bochino desfilaram em Porto. Comparando à Lisboa, Porto tem um papel mais heterogêneo: mescla o lado industrial, com as marcas novatas e os criadores experientes. As marcas de calçados, Fly London, Luis Onofre, Chocolate Negro, também têm seu lugar ao sol.

Para provar este mix, basta olhar para os organizadores: a Anje, Associação dos jovens empreendedores, e a ATP, Associação Têxtil de Portugal. « O Portugal Fashion é uma janela para mostrar a moda de Portugal. Ele não é o principal evento no calendário oficial, mas é importante que os profissionais vejam o nosso ‘savoir-faire’. Além do mais, é essencial manter a chama acesa », observa António Alves, da Fly London.

Também é preciso salientar que as coisas têm mudado se comparado a vários países. « A participação de Portugal no volume de negócios dos produtores de vestuário da União Européia aumentou 4 % em 2008, o que significa, dado o tamanho do país, uma parte significativa. No entanto, a posição competitiva de Portugal, ligada ao aumento dos seus custos salariais, tende a se fragilizar a cada ano. », pode-se ler no texto sobre Portugal feito pelo Instituto Francês de Moda.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.