×
Publicado em
27 de mar. de 2013
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Portugal Fashion aposta no futuro da moda portuguesa

Publicado em
27 de mar. de 2013

Sob o lema "Vibe" (vibrações), a 32ª edição do Portugal Fashion contou com mais de 30 desfiles individuais e coletivos de estilistas, marcas de moda e calçados, assim como de novos talentos.

O espaço Bloom, criado no final de 2010, e coordenado com grande maestria pelo estilista Miguel Flor se consolida nesta 6ª edição como a melhor plataforma para a promoção de novos designers. Um projeto que pretende aproximar as propostas de um grupo de novos talentos ao consumidor e chamar a atenção da indústria portuguesa para seu potencial. Miguel Flor os ensina a apresentar uma proposta coerente na passerelle, conjugando design, conceito e visão comercial. Uma interessante estratégia ideal para garantir a renovação de geração da moda portuguesa e sua cooperação com as empresas.

Visual Alves & Gonçalves F/W 2013-2014. Foto: Portugal Fashion


Pela terceira vez consecutiva, o Portugal Fashion começou em Lisboa em um espaço muito "Bloom", o Palácio Pombal, com dois desfiles conjuntos. Destacaram-se as propostas de Susana Bettencourt, Hugo Costa, Estelita Mendonça e Daniela Barros por sua criatividade, inovação no emprego de tecidos e acabamentos.

Os estilistas Alves & Gonçalves e Fatima Lopes fecharam a jornada lisboeta que contou com a presença de todos os meios nacionais de comunicação e personalidades da vida política e social do país. Cumpre-se assim o objetivo da organização que busca uma maior projeção do evento.

Visual Luis Buchinio F/W 2013-2014. Foto: Portugal Fashion


Já na Alfândega do Porto, o espaço Bloom se destacou pela qualidade das coleções apresentadas para homem e mulher, especialmente as de Mafalda Fonseca, Cláudia Garrido, Carla Pontes e Joana Ferreira. Na passarelle principal, Luís Buchinho mostrou sua coleção de knitwear (malha), provando mais uma vez sua capacidade de inovar neste segmento. Buchinho segue adiante com sua estratégia comercial de se fazer conhecer fora de Portugal com sua presença no Portugal Fashion, em Paris, Who's Next e mais para frente na Tranoï. A nova coleção será comercializada em pontos de venda do Japão, Egito, Nova York e Roma.

O estilista português mais internacional, Felipe Oliveira Baptista, apresentou sua coleção de inverno provando seu domínio sobre os volumes, assim como a perfeição dos acabamentos e a excelente qualidade dos tecidos. Por sua vez, Miguel Vieira, que celebra em 2013 seus 25 anos de carreira, visitou com glamour a passarelle com sua coleção de calçados e moda homem e mulher. Diogo Miranda surpreendeu com uma coleção elegante e muito bem trabalhada, ao passo que Teresa Martins (TM Collection) inovou mesclando texturas e tecidos com um estilo étnico definido.

Visual Julio Torcato F/W 2013-2014. Foto: Portugal Fashion


Os desfiles coletivos tiveram como protagonistas marcas como Concreto by Helder Baptista, Cheyenne que aposta em sua expansão internacional, MDS e Dom Colleto. No desfile de calçados, um setor em alta com grande peso para a economia portuguesa, participaram Nobrand, Fly London, Cohibas, Silvia Rebatto, J. Reinaldo e a coleção que surge da aliança entre Golmud e a designer Alexandra Moura, a qual confirmou para a FashionMag a boa recepção que a grife está alcançando em sua estreia em âmbito internacional.

Como novidade, Lion of Porches apresentou sua primeira coleção infantil. Sua diretora de marketing explicou à FashionMag os planos de expansão internacional "Estamos presentes com corners em 5 centros do El Corte Inglés em Espanha e 3 no centro comercial Coin da Itália. Em dezembro abriremos 3 lojas em Angola e abriremos corners em China. Nosso objetivo para 2013 é Oriente Médio, Suécia, Inglaterra e França". A grife portuguesa conta com 26 lojas próprias e está presente em 650 pontos de venda multimarca.

Luís Onofre foi o encarregado de encerrar o calendário do Portugal Fashion. Uma edição brilhante graças à qualidade da maioria dos estilistas e marcas, e da mise en scène de seus organizadores ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários) e ATP (Associação Têxtil e Vestuário de Portugal).

O Portugal Fashion possui 80% de seu orçamento financiado pela QREN, no âmbito do Programa COMPETE da União Europeia. O Estado Português e seus parceiros cobrem os 20% restantes do orçamento.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.