×
903
Fashion Jobs
CAEDU
Gerente de Grupo Produto - Infantil
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Supervisor de Vendas - Barueri
Efetivo - CLT · Barueri
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís
RENNER
Supervisor de Vendas| São Luís Shopping
Efetivo - CLT · São Luís

Pitti Uomo: um excelente fluxo em sua edição 88

Publicado em
today 23 de jun de 2015
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Uma bela efervescência misturada com uma alegria incomum fizeram-se sentir durante os quatro dias nos corredores do Pitti Uomo.
 
Favorecido por uma boa condição climática, sem muito calor, o salão de moda masculina, que dá o tom no início da estação quente no Hemisfério Norte, deu ainda um sinal mais do que positivo para os atores do mercado, com um crescimento de 5% entre os compradores.

O Pitti Uomo 88 escolheu o tema cor - Pitti Immagine


Esta edição 88, que apresentava as coleções da temporada primavera-verão 2016 [aqui, primavera-verão 2016/17], atraiu mais de 20.000 compradores, ante 19.000 no ano passado, atingindo "mais uma vez o melhor resultado das últimas edições estivais", sublinham os organizadores no comunicado de encerramento.
 
O "Pitti People" apreciou, em particular, o rico programa dos eventos especiais, tendo a Moschino como vedete, do desfile coletivo africano às exibições dos talentos mais promissores do atual panorama da moda, como Arthur Arbesser ou Thomas Tait.

"Foi uma excelente edição com um consenso bastante elevado por parte dos compradores italianos e estrangeiros. Nossa taxa de internacionalidade não para de crescer, tanto em termos de expositores quanto em termos de compradores", diz entusiasmado o dirigente do Pitti Uomo, Raffaello Napoleone.
 
Esta temporada, a edição recebeu mais de 500 pedidos de participação por parte de novas empresas. Só 264 puderam ser integradas no salão, das quais mais de 50% eram marcas estrangeiras.

Um esforço para melhorar a apresentação foi empreendido em todos os expositores do Pitti Uomo 88 - Pitti Immagine


"Eu verifiquei entre as marcas uma extraordinária inovação, não apenas nos produtos e no design bem cuidados, mas também na maneira de se apresentar. Um nível deste nunca foi visto! Mesmo entre as pequenas empresas, que compreenderam que, se quisessem fazer negócios, tinham de inovar, de repente aceleraram o ritmo para se renovar", reitera o dirigente.
 
Nunca, como nesta edição, os expositores estiveram tão singularizados entre si com cada uma das decorações personalizadas e bem-sucedidas. Se bem que a impressão não era aquela de se estar num salão com decoração anônima, mas muito mais dentro de uma elegante galeria com uma fileira de butiques bem abastecidas.
 
"No Pitti Uomo, respira-se a moda por todos os cantos! Há uma mistura perfeita entre marcas contemporâneas e inovadoras e toda a grande tradição sartorial italiana. A atmosfera é super cool. Os outros salões, de Copenhague a Nova York e Paris, não são tão completos", avalia no comunicado Herbert Hofmann, comprador e diretor criativo da loja Voo Store de Berlim, que esta temporada esteve pela primeira vez em Florença.

O Pitti Uomo 88 de junho esteve cheio - Pitti Immagine


Segundo os números publicados no encerramento pelos organizadores, o salão, que ocorreu em Florença de 16 a 19 de junho, registrou crescimento de 4%, entre os compradores italianos, e de 6,5% entre os estrangeiros, oriundos dos 5 continentes, cujo número total chegou a 8.200.  
 
No total, os Europeus registraram as altas mais fortes, tendo à frente a França (+23 %), tornando-se em algumas temporadas um dos principais mercados de referência para o menswear italiano, junto com a Alemanha (+20 %), seguidas por Holanda (+18%), Espanha (+15%) e Suíça (+15%), ao passo que os compradores do norte europeu explodiram, para alguns países, com presenças que deram um salto de mais de 50%, ainda na esteira do colapso do Bread & Butter.
 
Os compradores vindos da Rússia e da Ucrânia continuaram a apresentar queda, mas em menor medida em relação a janeiro passado. Coreia do Sul e Hong Kong estiveram também em ligeira baixa, enquanto Grã-Bretanha, Estados Unidos e China mantiveram-se estáveis. Quanto aos compradores japoneses, esses avançaram 3%, aqueles da Turquia, Índia, Oriente Médio e Taiwan exibiram também crescimento.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.