×
913
Fashion Jobs
CAEDU
Gerente de Grupo Produto - Infantil
Efetivo - CLT · São Paulo
CAEDU
Supervisor de Vendas - Barueri
Efetivo - CLT · Barueri
CAEDU
Supervisor de Vendas - Alto Tietê
Efetivo - CLT · Ferraz de Vasconcelos
STUDIO Z
Coordenador de Planejamento Comercial
Efetivo - CLT · FLORIANÓPOLIS
GRUPO MEIA SOLA
Gerente de Marketing
Efetivo - CLT · FORTALEZA
GRUPO BOTICARIO
Executivo de Vendas ii (São Paulo)
Efetivo - CLT · São Paulo
LULITEX COM IMP EXP LTDA
Auxiliar Comercial
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas Pleno - Treinamento e Desenvolvimento
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO LUNELLI
Analista de Gestão de Pessoas - Assistente Social
Efetivo - CLT · Guaramirim
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - Quem Disse, Berenice?
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
CAMICADO
Supervisor de Vendas e Operação de Loja - Brasília
Efetivo - CLT · Brasília
RENNER
Encarregado de Logistica E-Commerce
Efetivo - CLT · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Lojas - o Boticário
Efetivo - CLT · Belo Horizonte
GRUPO BOTICARIO
Product Owner E-Comm
Efetivo - CLT · Curitiba
IBRANDS
Líder de Logística
Efetivo - CLT · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista Gestão de Riscos Csc pl
Efetivo - CLT · Curitiba
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
AVON
Comprador Sênior
Efetivo - CLT · São Paulo
RENNER
Supervisor de Vendas| Sobral Shopping - ce
Efetivo - CLT · Sobral
RENNER
Supervisor de Vendas | Rio Verde
Efetivo - CLT · Rio Verde
RENNER
Supervisor de Vendas| Imperial Shopping - Imperatriz ma
Efetivo - CLT · Imperatriz
RENNER
Supervisor de Vendas| Shopping Golden Calhau - São Luís
Efetivo - CLT · São Luís

Pitti Uomo mira ainda mais o exterior e reforça o espaço mulher

Publicado em
today 21 de mai de 2013
Tempo de leitura
access_time 5 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A 84ª edição do Pitti Uomo, que ocorrerá de 18 a 21 de junho em Florença, está cheia de preparativos. Com um programa rico em novidades e eventos especiais, este encontro, obrigatório para a moda masculina, exibe uma dimensão ainda mais internacional. "Nós estamos aguardando entre 1010 e 1020 empresas, que vão apresentar suas coleções masculinas para a temporada primavera-verão 2014. Dentre elas, 370, ou seja, 37% são provenientes de 30 países estrangeiros", aponta Raffaello Napoleone, administrador adjunto da Pitti Immagine, promotora do salão.

Mais do que nunca, os organizadores perseguem sua estratégia fortemente voltada para os compradores estrangeiros. A edição de verão anterior do Pitti Uomo, em junho de 2012, havia atraído 17.800 compradores, dos quais 7.400 provenientes do exterior, ou seja, 41% do total. "Há no mundo aproximadamente 1 bilhão de consumidores, dos quais 180 milhões são muito ricos e adoram o Made in Italy. A dificuldade é trazê-los até os produtos. Para tanto, é preciso marcar presença com espaços em grandes centros comerciais de luxo mundo afora. É o que as grandes grifes fazem e destas 80% do volume de negócios passou a vir de sua distribuição direta. O papel do Pitti é de auxiliar as pequenas e médias empresas, que fabricam produtos de qualidade a um preço justo, e de servir de ponte para que elas alcancem os compradores internacionais", destaca o presidente da Pitti Immagine Gaetano Marzotto.

Pitti Uomo ocorrerá de 18 a 21 de junho em Florença


Este papel de parceiro quase comercial desempenhado pelo Pitti em favor das marcas menos conhecidas é tão importante quanto o contexto econômico se apresenta como um dos mais sombrios na Itália. Segundo as estimativas da Smi, entidade que reúne as indústrias do setor, depois de dois anos de retomada em 2010 e 2011, o volume de negócios do segmento têxtil e da moda apresentou queda em 2012 (-4,4%, chegando a 504 bilhões de euros). "O ano foi particularmente difícil para a Europa e, principalmente, para os mercados do Sul, como a Itália. Quanto aos três meses de 2013, eles foram catastróficos", comenta Marzotto.

A exportação, vetor determinante para o crescimento do vestuário italiano, alcançou 26,6 bilhões de euros, registrando um recuo de 0,8%, por conta da forte redução sofrida pelas vendas da Itália para os dois principais destinos europeus: França (-4,4%), Alemanha (-7%). Um contexto que explica a ênfase colocada pelo Pitti Uomo no mercado internacional. Vale apontar ainda a original parceria firmada com o Isetan Shinjuku-Tokyo, a qual continuará a cada temporada. Os prestigiosos grandes magazines japoneses estão lançando, a partir deste verão no hemisfério norte, de 26 de junho a 16 de julho, um projeto especial ligado à moda masculina. Certamente, seus clientes terão a possibilidade de realizar pré-pedidos com exclusividade dos produtos apresentados no Pitti, de uma centena de marcas selecionadas pelos compradores do Isetan.

Ainda dentro desta óptica de internacionalização, é interessante notar que os grandes magazines americanos Saks Fifth Avenue escolheram o Pitti Uomo para lançar sua primeira coleção masculina de marca própria "Saksfifthavenue", inteiramente produzida na Itália. Vale lembrar também o projeto assinado pela Kokka (Korea Creative Content Agency), o qual vai apresentar em Florença uma seleção de marcas coreanas. Com esse mesmo espírito, os estilistas convidados de honra da edição são, mais uma vez, talentos estrangeiros: o Japonês Junichi Abe com sua marca Kolor, que desfilará em 20 de junho no âmbito dos eventos do Pitti Uomo e o Croata Damir Doma, com um desfile programado para 19 de junho, convidado de honra do Pitti W, encontro consagrado às pré-coleções femininas.

A grande novidade do próximo Pitti diz respeito justamente ao Pitti W, que vai estrear em junho, dentro do espaço do Pitti Uomo, na Fortezza da Basso, considerando que ele ocorria até então no edifício da "Dogana", um local adjacente, mas separado e autônomo em relação ao salão masculino. Devido a esta distância geográfica, muitos compradores estavam se negando a ter de fazer uma volta a mais para ir ao Pitti W. Portanto, os organizadores do salão optaram por uma maior sinergia. Com o lançamento, no último mês de setembro em Milão, do Super, seu novo salão dedicado à moda feminina, a Pitti Immagine também pretende se reforçar neste segmento, tanto que o salão masculino já apresenta espaços esportivos com muitas coleções mistas ou unissex.

As duas rodas, a inspiração do próximo Pitti Uomo


Reorganizando seus pavilhões, dispostos em uma área total de 50.000 m2, os organizadores chegaram a inserir o Pitti W e suas 70 coleções na "Arena Strozzi", num local de passagem estratégica, não muito longe do pavilhão central e de seus espaços considerados os mais criativos, assim como o Futuro Maschile, Touch! e o Altro Uomo. "A ideia é reforçar este espaço dedicado à mulher com coleções mais inovadoras. Estamos criando também uma ligação entre Milão e Florença para acompanhar melhor o percurso de nossos compradores e dos varejistas de moda feminina ou mista", resume o vice-diretor executivo da Pitti Immagine, Agostino Poletto.
O país convidado de honra do Pitti Uomo e do Pitti W será a Turquia, em colaboração com a ITKIB (Istanbul Textile and Apparel Exporter Associations). Em um espaço dedicado (Sala della Scherma), serão apresentadas as coleções de Niyazi Erdoğan, Hatice Gökçe, Emre Erdemoğlu, Zeynep Tosun, Aslı Filinta, Elif Cığızoğlu e Deniz Kaprol. Sem contar as outras marcas turcas presentes no salão, dentre as quais especialmente a LTB, Avva, Hatem Sayki, Kigili e a Ramsey.

Enfim, para dinamizar a edição, desta vez, os organizadores escolheram como tema geral as duas rodas, símbolo de velocidade e de liberdade, com o slogan “Vroom Pitti Vroom”…

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.