×
887
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Analista II - Supply Chain
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Coordenadora de Campo Venda Direta
Efetivo · Curitiba
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Promotora de Venda Direta
Efetivo · Salvador
GRUPO LUNELLI
Comprador(a) s
Efetivo · Guaramirim
C&A
Especialista Risco e Modelagem
Efetivo · BARUERI
NEWELL
Líder DE Meio Ambiente, Saúde e Segurança- Ehs
Efetivo · BALNEÁRIO PIÇARRAS
NEWELL
Analista DE Desenvolvimento DE Produtos
Efetivo · POUSO ALEGRE
CAEDU
Analista de Segurança da Informação sr
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista Iii Supply Chain Drp
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista II Performance Logistica E-Commerce
Efetivo · Curitiba
GRUPO BOTICARIO
Especialista de Planejamento Comercial ll (Vaga Afirmativa Para Talentos Negros e Pardos e Pessoa Com Deficiência - Pcd)
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Gerente de Expansão - Engenharia de Projetos
Efetivo · São José dos Pinhais
MARISOL
Analista de Sistemas - Business Intelligence
Efetivo · Jaraguá do Sul
MARISOL
Comprador jr
Efetivo · Jaraguá do Sul
L'OREAL GROUP
Gerente Key Account sr - l'Oréal Luxo
Efetivo · São Paulo
RENNER
Fiscal DE cd | Supply Chain (t2 e t3)
Efetivo · Cabreúva
CALZEDONIA GROUP
Consultor (a) DE Expansão
Efetivo · SÃO PAULO
AVON
Global Head of Packaging
Efetivo · CAJAMAR
STADIUM GOODS
Fulfillment Operations Specialist
Efetivo · SÃO PAULO
NEWELL
Representante DE Vendas Internas
Efetivo · BALNEÁRIO PIÇARRAS
C&A
Consultor de Projetos Estratégicos - Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Comprador de Indiretos Pleno - Temporário
Efetivo · BARUERI
Por
EFE
Publicado em
18 de mai. de 2023
Tempo de leitura
2 Minutos
Download
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Text size
aA+ aA-

Órgão antitruste do Brasil aprova venda da Aesop para L'Oréal

Por
EFE
Publicado em
18 de mai. de 2023

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), órgão antitruste do Brasil, aprovou sem restrições a venda da marca australiana Aesop - então propriedade da brasileira Natura & Co - para a multinacional francesa L'Oréal.


Aesop



A decisão do superintendente do Cade, Alexandre Barreto de Souza, foi publicada na quarta-feira (17) no Diário Oficial da União e valerá em 15 dias se não for questionada nesse prazo por algum dos integrantes do órgão antitruste ou por algum concorrente.

A Natura havia anunciado em abril o acordo de venda da totalidade do capital da Aesop, marca australiana de produtos para pele e cabelos, para a subsidiária da L'Oréal na Austrália por 2.525 milhões de dólares (cerca de 2.323 milhões de euros).

O superintendente do Cade considerou que, como a Aesop só comercializa seus produtos no Brasil diretamente ao consumidor por meio de lojas virtuais, sua transferência para a multinacional francesa não afetaria a livre concorrência no país.

O Cade também levou em consideração o fato de a Aesop não ser uma marca significativa no mercado de beleza no Brasil.

O Grupo Aesop foi integralmente controlado por dez anos pela Natura Brazil Pty, uma das empresas do grupo brasileiro Natura Cosméticos.

No comunicado por meio do qual anunciou o acordo de venda, a L'Oréal informou que a intenção é ampliar o potencial de crescimento da marca australiana.

A Natura disse que a operação permitirá reduzir o endividamento e focar na expansão da marca própria em seu mercado prioritário, que é a América Latina, e na estratégia de expandir geograficamente as operações das subsidiárias Avon Internacional e The Body Shop

 

© EFE 2023. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos dos serviços Efe, sem prévio e expresso consentimento da Agência EFE S.A.