×
Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de set. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Óculos sustentáveis ​​estão finalmente à vista

Por
AFP-Relaxnews
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de set. de 2021

Depois da moda, dos artigos de couro e dos cosméticos, agora os óculos também estão passando por uma revolução para se tornarem mais sustentáveis. Uma nova geração de armações sustentáveis ​​e cada vez menos poluentes está surgindo, feita com materiais ecologicamente responsáveis, ​muitas vezes naturais e até mesmo biodegradáveis, ajudando a reduzir o impacto ambiental da indústria.
 

DR


Embora ainda objeto de muitas controvérsias, a moda ecorresponsável agora é uma realidade. Há vários anos, o setor vem trabalhando em formas de reduzir seu impacto no planeta, usando materiais à base de plantas, processos de produção mais limpos ou migrando para novas práticas como roupas de segunda mão, reciclagem ou aluguel. E embora o foco geralmente seja em vestuário e acessórios, os óculos não são exceção. Na verdade, estes podem ser muito poluentes, especialmente quando feitos de plástico - um material que pode levar séculos para se degradar na natureza.

Esse é um problema que a indústria está tentando solucionar, lançando novas alternativas ao plástico, principalmente através de materiais à base de plantas. Em 2020, a marca Amaury Paris lançou vidros biodegradáveis ​​à base de limão, que prometem ser compostáveis ​​em pouco mais de 90 dias, enquanto a Wood Light lançou óculos com armações feitas de rocha vulcânica francesa. Estas são duas iniciativas entre muitas outras, que mostram que a revolução verde está em andamento no universo dos óculos.


Bioacetato, o novo material estelar

Madeira, pedra, limão - ou melhor, ácido cítrico - óleo de mamona, milho e até algas são apenas alguns dos recursos naturais usados ​​para fabricar óculos sustentáveis. A maior parte desses materiais também é utilizada na indústria da moda, principalmente em tênis e artigos tradicionalmente feitos em couro. Mas se há um material que está vem ganhando terreno nos últimos meses este é o bioacetato. Ele difere do acetato comum por ser biodegradável e feito de recursos renováveis. Assim, atende às novas necessidades do setor e reduz consideravelmente o tempo de decomposição das armações.

Embora varie muito de uma marca para outra, o tempo de decomposição está muito distante dos poucos séculos necessários para armações de plástico. A marca francesa Moken, conhecida por seus óculos de madeira ecológica, acaba de lançar uma nova coleção de 18 armações que prometem ser "100% bio-compostáveis", feitas de bioacetato, e com alguns modelos feitos com materiais naturais que prometem se decompor em 120 dias após o contato com o composto.


Abrindo caminho para a reciclagem

O setor ótico também está gradativamente se voltando para a reciclagem, oferecendo armações feitas, por exemplo, de aço reciclado. A marca Eco Eyewear vai além com sua linha de armações Eco Ocean criadas com plástico coletado do oceano por pescadores e comunidades locais, em colaboração com a Waste Free Oceans. O plástico é então reciclado para criar molduras ecológicas.

Quer se trate de materiais sustentáveis ​​ou biodegradáveis, ou mesmo da reciclagem, a indústria dos óculos começou sua transformação para reduzir seu impacto de longo prazo no planeta. E esta revolução está apenas começando.

Copyright © 2021 AFP-Relaxnews. All rights reserved.