×
Por
Europa Press
Publicado em
6 de set. de 2013
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Moda impulsiona o crescimento do e-commerce mundial

Por
Europa Press
Publicado em
6 de set. de 2013

MADRID – A demanda de roupas e acessórios está impulsionando as vendas globais e o crescimento do e-commerce em escala mundial, segundo o índice do e-commerce da Rakuten, empresa japonesa e uma das maiores do mundo em serviços de Internet, que mostra as tendências do setor em todo o mundo.

Em nível mundial, as três principais categorias de compras on-line são roupas e acessórios, seguidos por livros e revistas e pelos eletrônicos. Os dados do informe revelam que mais da metade de todos os compradores adquirem roupas e acessórios pela web, sendo a Alemanha o maior mercado para as roupas entre os 27 da União Europeia, com 70% dos compradores.

Em todos os países pesquisados a principal motivação para se recorrer à loja física ainda é a possibilidade de ver os artigos mais de perto, embora também se valorize muito a facilidade de pagamento e a possibilidade de pedir ajuda aos funcionários das lojas.

As compras on-line também estão experimentando um forte crescimento no continente Americano. Para o ano de 2013, nos Estados Unidos, espera-se que as vendas on-line de roupas e calçados alcancem os 40 milhões de dólares (cerca de 92 milhões de reais), já que 60% dos usuários compram roupas pela Internet. De acordo com o indicador, outro mercado emergente, o Brasil, lidera as aquisições feitas on-line na América Latina, com um terço dos brasileiros (34%) realizando suas compras pela web.

Por outro lado, o estudo destaca a importância das redes sociais na hora de realizar as compras, uma vez que as vendas aumentam o ritmo de comentários que os usuários postam nas diferentes plataformas (Pinterest, Facebook e Twitter).

Copyright © 2021 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.