×
1 085
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM ii – Venda Direta (Afirmativa Para Talentos Diversos)
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista fp&a i - Gestão de Verbas Comerciais
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Coordenador(a) de Compras de Eventos
Efetivo · São José dos Pinhais
RENNER
Product Owner (po) - Omnichannel
Efetivo · São Paulo
FARFETCH
Product Manager (Ecommerce Experience) - Farfetch Platform Solutions
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Especialista ii Treinamento Comercial Venda Direta - Franschising
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Compradora de Projetos Júnior - Híbrida - PR
Efetivo · São José dos Pinhais
MARISOL
Analista de CRM - São Paulo
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Gerente sr Comercial Lojas Boti (Nordeste)
Efetivo · Brasília
RENNER
Content & Performance Manager
Efetivo · São Paulo
VIVARA
Analista de Compliance Senior
Efetivo · São Paulo
MARISOL
Analista de CRM
Efetivo · Jaraguá do Sul
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace – Onboarding de Sellers
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace - Atendimento e Pós-Vendas
Efetivo · São Paulo
RENNER
Coordenador de CRM
Efetivo · São Paulo
GRUPO LUNELLI
Expedidor
Efetivo · Guaramirim
VIVARA
Vendedora – Outlet Premium Duque de Caxias – Rio de Janeiro/rj Afirmativa Para Pessoas Com Deficiência
Efetivo · Rio de Janeiro
VIVARA
Vendedora Life by Vivara – Shopping Iguatemi Brasília - df
Efetivo · Brasilia
VIVARA
Atendente de Vendas – Shopping Morumbi - São Paulo sp
Efetivo · São Paulo
CAEDU
Operador de Loja
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Consultor(a) de Vendas - o Boticário (Boulevard Shopping)
Efetivo · Brasília
GRUPO BOTICARIO
Supervisor(a) de Atendimento (Afirmativa Para Talentos Diversos)
Efetivo · Curitiba
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
9 de ago. de 2017
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Michael Kors aumenta estimativas do ano e ações sobem

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
9 de ago. de 2017

A Michael Kors Holdings Ltd. reportou lucro maior do que o esperado no primeiro trimestre, após reduzir as promoções e aumentar a venda de bolsas premium. Com esse resultado, a empresa elevou sua previsão de receita para o ano todo e suas ações subiram 22%.


Joan Smalls para Michael Kors - Coleção Primavera 2017 - Michael Kors


Michael Kors já foi a marca de luxo acessível mais quente do moda, mas começou a enfrentar queda nas vendas, à medida que aumentaram o número de pessoas que compram online. A distribuição excessiva de seus produtos e a dependência de promoções para aumentar as vendas também corroeram parte do valor e apelo da marca.

Para reverter a sucessiva queda nas vendas (foram oito trimestres seguidos), a Michael Kors está apostando em uma estratégia multimarca para crescer, e está diversificando os seus produtos. No mês passado, a fabricante das populares bolsas Mercer e Hamilton anunciou um acordo para comprar o marca de calçados de luxo, Jimmy Choo.

Michael Kors também está aumentando sua oferta de roupas masculinas e vestidos nas prateleiras, está reduzindo o número de lojas e retirando parte de seus produtos de lojas de departamento, como a Macy's Inc, onde descontos altos têm sido a norma para atrair clientes em meio a uma desaceleração mais ampla no varejo.

Michael Kors disse na terça-feira (8) que os esforços renderam um preço de venda médio mais alto por unidade, o que implicou em mais vendas pelo preço total.

A bolsa satchel de 1000 dólares, The Bancroft, e artigos de couro personalizáveis foram um sucesso na América do Norte, disse o presidente-executivo John Idol em uma teleconferência.

De acordo com a corretora Jefferies, isso ajudou a aumentar as margens operacionais das lojas Michael Kors pela primeira vez em mais de oito trimestres. Enquanto isso, lucro caiu 15% para 125,5 milhões de dólares ou 80 centavos por ação no trimestre encerrado em 1º de julho. Ele superou  as expectativas de Wall Street, que eram de 62 centavos, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Michael Kors também quantificou pela primeira vez o impacto de Jimmy Choo na receita. A empresa disse que espera que o negócio some cerca de 275 milhões de dólares às vendas do segundo semestre do ano, que encerra em março de 2018, caso o acordo termine no terceiro trimestre.

Excluindo as vendas da Jimmy Choo, a Michael Kors estima que a receita fiscal de 2018 atinja 4,28 bilhões de dólares, valor um pouco mais alto que a previsão anterior de 4,25 bilhões de dólares.

As vendas da empresa caíram 5,9% no trimestre, abaixo das expectativas dos analistas da Consensus Metrix, que eram de 8,9%.

A receita total caiu 3,6% para 952,4 milhões de dólares, mas superou a estimativa média de 918,6 milhões de dólares.

As ações da Michael Kors subiram 21,7% para 45,30 dólares, sendo o maior valor desde dezembro de 2016.

© Thomson Reuters 2023 Todos os direitos reservados.