×
1 026
Fashion Jobs
GRUPO BOTICARIO
Analista de Inteligência de CRM Iii
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM ii - o Boticário
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM Iii
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Especialista ii - Insights e CRM
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM ii – Venda Direta (Afirmativa Para Talentos Diversos)
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Analista fp&a i - Gestão de Verbas Comerciais
Efetivo · São José dos Pinhais
RENNER
Product Owner (po) - Omnichannel
Efetivo · São Paulo
FARFETCH
Product Manager (Ecommerce Experience) - Farfetch Platform Solutions
Efetivo · SÃO PAULO
MARISOL
Analista de CRM - São Paulo
Efetivo · São Paulo
GRUPO BOTICARIO
Gerente sr Comercial Lojas Boti (Nordeste)
Efetivo · Brasília
RENNER
Content & Performance Manager
Efetivo · São Paulo
VIVARA
Analista de Compliance Senior
Efetivo · São Paulo
MARISOL
Analista de CRM
Efetivo · Jaraguá do Sul
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace – Onboarding de Sellers
Efetivo · São Paulo
RENNER
Product Owner (po) | Marketplace - Atendimento e Pós-Vendas
Efetivo · São Paulo
RENNER
Coordenador de CRM
Efetivo · São Paulo
MARISOL
Gerente de Loja - Fortaleza
Efetivo · Fortaleza
MARISOL
Auxiliar de Loja - Jaraguá do Sul
Efetivo · Jaraguá do Sul
RENNER
Assistente de Loja
Efetivo · Contagem
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Consultora de Vendas - Recreio Shopping - Rio de Janeiro
Efetivo · Rio de Janeiro
GRUPO BOTICARIO
Pessoa Consultora Responsável - o Boticário (Barra Shopping)
Efetivo · Rio de Janeiro
YOUCOM
Consultor de Vendas Sênior (Criciuma) | Youcom
Efetivo · Criciúma
Publicado em
11 de set. de 2013
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Itália: a indústria da moda prevê uma recuperação para 2014

Publicado em
11 de set. de 2013

O setor italiano da moda ainda é atingido pela crise, mas, no próximo ano, ele deve ver a luz no fim do túnel. Este é o cenário, prudentemente otimista, desenhado pela Camera della Moda, na segunda-feira dia 9 de setembro, por ocasião da apresentação, em Milão, do programa da próxima Fashion Week, que ocorrerá de 18 a 23 de setembro.

Dolce&Gabbana, coleção verão 2013


De acordo com as previsões do relatório "Fashion Economic Trends", elaborado pela Hermes Lab para a Câmara da Moda Italiana, o volume de negócios da indústria, compreendendo o têxtil-vestuário, deve chegar a 58.8 bilhões de euros em 2013, registrando uma queda de 2,5% em relação a 2012, ao passo que, no ano passado, a queda havia sido mais divulgada, com -5,4% para um volume de negócios de 60.3 bilhões de euros. “Em 2013, a clara retomada dos mercados estrangeiros poderá proporcionar um quarto trimestre, no acumulado, positivo para o faturamento, que, contudo, continuará negativo no mercado doméstico", resume o estudo.

“Devemos ver uma ligeira retomada no mercado doméstico no fim do ano. Esta inversão de tendência deve ser confirmada em 2014, com um crescimento de 3,5% no volume total de negócios, previsto para o primeiro semestre, enquanto devemos recuperar em 2014 o nível do volume de negócios do período pré-crise 2008”, confirma o presidente da Camera della Moda, Mario Boselli. É preciso destacar, no segundo trimestre de 2013, o crescimento de 1,3% do volume de negócios dos setores acima, os do têxtil, que tendem a antecipar em alguns meses as tendências para o vestuário.

No que diz respeito à totalidade da indústria, enquanto o mercado italiano continuou a diminuir, as exportações aumentaram, levando ao crescimento do superávit da balança comercial da indústria italiana da moda, que passou de 12 bilhões de euros em 2010 para 19 bilhões previstos para 2013. “Nunca o volume de negócios realizado no exterior pela moda italiana foi tão elevado”, aponta o relatório.

“O mercado mudou em 2009. Antes, as vendas da moda andavam em sintonia entre o mercado doméstico e vendas ao exterior. Desde 2009, as exportações não pararam de crescer, ao passo que as vendas na Itália continuaram a diminuir”, destaca Mario Boselli.

Mais do que nunca a exportação é a chave para o sucesso das empresas italianas. As exportações de têxtil-vestuário devem continuar a avançar: de 43.3 bilhões de euros em 2012 (+18%) para 45.1 bilhões de euros em 2013 (+4%). Entre janeiro e maio de 2013, a França se apresentou como o principal cliente estrangeiro da moda italiana, seguida pela Alemanha, Suíça e pelos Estados Unidos.

Copyright © 2023 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.