×
Por
Terra
Publicado em
10 de mar. de 2010
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Gustavo Lins apresenta em Paris coleção inspirada em Minas

Por
Terra
Publicado em
10 de mar. de 2010

"Uma gama da coleção de 'hiver' (inverno) com 'une touche' (um toque) de verde e amarelo". Assim o mineiro Gustavo Lins define a coleção que foi apresentada à imprensa e convidados no dia 10 de março, durante a temporada da Semana de
Moda de Paris.


Quimono, o carro-chefe do trabalho de Gustavo Lins, com sandálias de porcelana


O estilista integra o line-up da Semana de Moda de Alta-Costura, que aconteceu em janeiro, mas mostra seu trabalho pret-à-porter e também o masculino nessa época, destacando os acessórios em couro e porcelana. "Desta vez falei do Brasil, como sempre quis, do interior do Brasil, das Minas", afirmou. "Minas é a discrição, são curvas suaves, a porcelana barroca com couro de sela de cavalos."

Parte da coleção que foi desfilada em janeiro também é mostrada no showroom, montado num inusitado local da cidade: o Cabinet de Curiosités, na rue Herold, localizado numa casa do século 18 que abriga uma coleção de taxidermia e outras curiosidades. "A coleção que apresento na semana que vem é uma parte da que foi mostrada em janeiro completada por uma linha de malharia e masculino", disse o estilista por e-mail ao Terra.

O desfile de alta-costura destacou a associação entre os quimonos japoneses, tema de seu trabalho, retransformados e camisetas de futebol transformadas em vestidos. Além de vestidos fluidos em musselina de seda, vestidos smoking em lã fria negra, com tiras de couro pespontado, casacos de couro vermelho profundo, saia "crayon taillé" (tipo lápis, reta na altura do joelho) em lã fria riscada, calças bombachas com botas curtas.



Michelle Achkar

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.