×
751
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

FIFA: Adidas ainda não deixa Blatter por completo

Por
AFP
Publicado em
today 5 de out de 2015
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A marca desportiva alemã e grande patrocinadora da FIFA reiterou sábado seus apelos a uma reforma da organização sem, no entanto, se juntar aos quatro grandes patrocinadores americanos que pedem a cabeça do presidente da entidade, Joseph Blatter.

Joseph Blatter - AFP


"Como nós já dissemos várias vezes no passado, mudanças de envergadura devem ocorrer na FIFA, no interesse do futebol. O processo desencadeado de reforma deve seguir de maneira transparente e muito rápido", escreve a fabricante de artigos desportivos em uma declaração transmitida à AFP.
 
A Adidas é um dos maiores patrocinadores da FIFA. A fabricante de artigos desportivos bávara fornece também bolas e uniformes dos árbitros das competições internacionais.

A posição expressa sábado é aquela da marca de três listas há muitos meses, sucedendo as revelações e escândalos em torno da FIFA e do seu presidente, suspeito de corrupção em grande escala. Desde a semana passada, Joseph Blatter tem sido objeto de uma ação penal na Suíça.
 
Sábado, o ministro alemão da Justiça, o socialdemocrata Heiko Maas, expressou no Twitter seu desejo de ver Joseph Blatter pendurando suas chuteiras. "Cada dia a mais de presidência de Blatter é um mau dia para o futebol", escreveu em sua conta.
 
O Suíço, presidente da FIFA desde 1998, colocou seu mandato à disposição até haver novas eleições em 26 de fevereiro e quer permanecer no posto até lá. Mas na última sexta-feira quatro patrocinadores históricos americanos da organização (Budweiser, Coca-Cola, Visa e McDonald's) apelaram para sua saída imediata. Joseph Blatter fez vir a público por meio do seu advogado que ele esperava ignorar essas reservas e permanecer até fevereiro.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.

Tags :
Moda
Esporte