×
Publicado em
3 de fev. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Ermenegildo Zegna: Stefano Pilati deixa a grife

Publicado em
3 de fev. de 2016

O jogo das cadeiras recomeçou nas casas de luxo. Depois dos anúncios sucessivos das demissões de Alessandro Sartori da Berluti, após cinco anos de serviços, e de Brendan Mullane, nomeado há três anos e meio o primeiro diretor artístico da história da Brioni, é a vez de Stefano Pilati, responsável pelo style (Head of Design) da Ermenegildo Zegna Couture, outra grande grife de menswear, passar pela porta.

Stefano Pilati, durante seu último desfile para Ermenegildo Zegna - © PixelFormula


A informação, antecipada pelo FashionMag na terça-feira, acaba de ser confirmada pelo grupo de luxo italiano, que aponta em um comunicado que a coleção outono-inverno 2016-17 apresentada em 16 de janeiro passado em Milão era "o último desfile de Stefano Pilati para o grupo.
 
O ex-diretor artístico da Saint Laurent havia entrado na empresa piemontesa em 2013 para assumir a linha de luxo couture da Ermenegildo Zegna e relançar a Agnona, a marca feminina do grupo, que ele deixou em julho passado.

No comunicado, Stefano Pilati estima ter atingido os objetivos que lhe foram passados, à saber, segundo o administrador delegado do grupo Gildo Zegna: "reforçar a presença da Zegna no mundo fashion e fazer de seu desfile uma referência da Fashion Week masculina". "Vou poder me concentrar em outros projetos que havia deixado de lado", aponta o criador sem dar mais explicações.
 
Por que não reavivar os rumores cada vez mais. Alguns veriam muito bem Stefano Pilati na Lanvin assumir a sucessão de Alber Elbaz, ao passo que para o seu lugar poderia vir Alessandro Sartori. Para este último, que foi o artesão do lançamento da Z Zegna, a linha jovem do grupo, tratar-se-ia apenas de um retorno...

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.