×
1 050
Fashion Jobs
FARFETCH
Service Desk Analyst
Efetivo · SÃO PAULO
GRUPO BOTICARIO
Analista de Performance de Produto Iii - Soluções Digitais Para o Varejo (Mooz)
Efetivo · Curitiba
FARFETCH
Comercial Manager - Private Client
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Planejamento Comercial - Kids
Efetivo · BARUERI
GRUPO BOTICARIO
Comprador Iii de Suprimentos Indiretos - Serviços Ambientais- Temporário
Efetivo · São José dos Pinhais
GRUPO BOTICARIO
Analista de CRM Operações Iii
Efetivo · São José dos Pinhais
FARFETCH
Senior Data Product Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Product Manager - Data
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Supervisor (a) de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Gerente de Planejamento Comercial
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Tech Delivery Manager
Efetivo · SÃO PAULO
FARFETCH
Senior Product Manager - Growth (Fps)
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Gerente de Projetos Estratégicos - Comercial
Efetivo · BARUERI
C&A
Pessoa Coordenadora Comercial de E-Commerce
Efetivo · BARUERI
GRUPO BOTICARIO
Tech Manager i (Lojas e Franquias)
Efetivo · São Paulo
RENNER
Analista de Gestão Imobiliária / Ocupação / Real Estate / Locação
Efetivo · Porto Alegre
CAEDU
Gerente de Grupo - E-Commerce
Efetivo · São Paulo
AMARO
Comprador de Matéria Prima
Efetivo · São Paulo
AMARO
Key Account - Brand Success (Fashion)
Efetivo · SÃO PAULO
C&A
Comprador de Indiretos Pleno
Efetivo · BARUERI
C&A
Analista de CRM Sênior - (Minha c&a)
Efetivo · BARUERI
FARFETCH
Brand Manager
Efetivo · SÃO PAULO
Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de out. de 2017
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Dove pede desculpas por publicidade considerada racista

Por
AFP
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
9 de out. de 2017

Londres, 9 outubro 2017 (AFP) -  A marca de cosméticos Dove, propriedade da gigante Unilever, pediu desculpas e reconheceu o seu erro após ter divulgado online uma publicidade que recebeu diversas acusações de racismo. 

Capturas de ecrã do controverso vídeo da Dove - DR


“Numa imagem publicada esta semana, cometemos um erro na representação das mulheres de cor, e lamentamos profundamente os danos causados”, declarou a marca numa mensagem publicada nas redes sociais Facebook e Twitter.
 
O vídeo em questão, uma publicidade a um gel de banho com uma duração de três segundos, mostra uma mulher negra a tirar a t-shirt para revelar uma mulher branca que depois remove também a sua t-shirt, revelando uma terceira mulher.

O vídeo, inicialmente divulgado na página de Facebook da Dove nos Estados Unidos e posteriormente apagado, foi amplamente compartilhado e denunciado por internautas de todo o mundo
 
“A publicidade da Dove é racista, irresponsável, insensível, desconectada, desagradável e deveria receber o prémio de cebola podre”, publicou na segunda-feira no Twitter @LebonaMoleli. “Ser negro significa estar sujo e ser indesejável?”, postou @Social_Heretic, apelando ao boicote dos produtos da Dove e da Unilever. A hashtag #BoycottDove foi amplamente partilhada nas redes sociais na manhã de segunda-feira.
 
Já em 2013, uma marca de cosméticos da gigante Unilever teve que se desculpar após a polémica causada por um concurso na Tailândia, feito à volta de um produto clareador de pele.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.