×
Por
UseFashion
Publicado em
26 de jan. de 2016
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Dior exibe sua primeira coleção sem diretor criativo definido

Por
UseFashion
Publicado em
26 de jan. de 2016

No final de outubro de 2015, veio ao conhecimento do público que Raf Simons estava dando adeus à Dior, casa de moda na qual assinou coleções desde a dramática saída de John Galliano em 2011.

Christian Dior - Primavera-verão 2016-17 - Alta-costura - Paris - © PixelFormula


Logo começaram as especulações sobre quem seria o novo diretor criativo da marca, mas foi anunciado que a própria equipe da casa de moda seria a responsável pelas próximas coleções.

Cumprindo a promessa, na última segunda-feira, dia 25, desfilou a primeira coleção de Alta-costura assinada por Serge Ruffieux e Lucie Meier, designers que estão há anos na grife e agora cotados como os sucessores de Simons. 

Quanto à repercussão do desfile, as opiniões se dividem. Foram elogios e críticas, muitos pensando que a marca apresentou uma coleção feita às pressas, outros acreditando no potencial da equipe criativa.

Serge Ruffieux e Lucie Meier - Christian Dior - Primavera-verão 2016-17 - Alta-costura - Paris - FFW


A verdade é que o que foi apresentado é uma continuidade do trabalho de Raf Simons, com muitas das características que ele trouxe para a Dior. A coleção é jovem e mais descontraída do que a casa de moda costuma ser, com muitos ombros de fora, peças desconstruídas e assimetrias.

Vale uma atenção especial para os acessórios: tornozeleiras luxuosas e conjuntos de brincos diferentes, que prometem ganhar as ruas logo, logo.

Copyright © 2022 UseFashion. Todos os direitos reservados.