×
Por
AFP
Publicado em
8 de set de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Diane von Furstenberg: "Estou muito orgulhosa da moda americana"

Por
AFP
Publicado em
8 de set de 2014

A semana de moda nova-iorquina começou na última quinta-feira (4) com mais de 300 desfiles e apresentações programadas. A criativa Diane von Furstenberg, presidente do CFDA (Council of Fashion designers of America), explica por ocasião da Semana de Moda como ela vê a irradiação de Nova York sobre o planeta moda.

Diane von Furstenberg


AFP: 300 desfiles e apresentações, espalhados por todos os cantos da cidade, dezenas de novos designers, mais de uma dúzia de países representados, em que a Fashion Week de Nova York é diferente das demais?

Diane von Furstenberg: Nova York quer dizer o quê? Quer dizer que tudo é possível, quer dizer diversity. Por um lado, é um pouco mais comercial, mas, por outro lado, ela é muito mais aberta. Há muitos jovens criativos que são auxiliados pelo CFDA e pela Vogue, por isso há muita coisa.

Estou muito entusiasmada, pois contamos com muitos estilistas jovens, interessantes, empreendedores...

AFP: Na temporada passada, a Fashion Week modernizou as tendas do Lincoln Center, diminuiu a lista de convidados, e recentemente o CFDA também adquiriu o Fashion Calendar, a bíblia de todos os encontros desta semana frenética. Em um mundo da moda onde tudo muda com muita rapidez e com a velocidade do universo digital, quais são os seus projetos? Veremos um dia uma semana de moda masculina em Nova York? E quanto a uma nova organização?

DVF: Menswear, sim, nós estamos falando disso, estamos conversando sobre as coleções masculinas, e estamos pensando no projeto.

Na verdade, adquirimos o Fashion Calendar (agenda criada há quase 70 anos por Ruth Finley). Estamos vivendo agora numa era digital, tudo mudou (...). Queremos digitalizar todos os espetáculos de moda para tornar a vida mais fácil para os editores, para a imprensa.

E, na realidade, na fim da High line (a via de Nova York perto do rio Hudson), há um enorme projeto de desenvolvimento imobiliário (...) e haverá uma casa para os espetáculos de moda. Mas isso não ocorrerá antes de 2017-2018.

Há oito anos que eu sou presidente do CFDA e, quando olho para trás, vejo que fizemos muitos progressos. Contamos com muitos estilistas americanos que se tornaram estilistas internacionais, por isso eu estou muito orgulhosa da moda americana.

AFP : Você também apresenta durante esta Fashion Week a sua nova coleção primavera-verão 2015. Qual foi a sua inspiração?

DVF: Meu desfile se chama Riviera, ele foi inspirado na Costa Azul, na França, e é repleto de alegria de viver, de cores, de feminilidade e de amor.

Brigitte Dusseau e Prune Perromat

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.