×
Publicado em
2 de mai. de 2013
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Denim: a Europa aumenta os impostos sobre o jeans americano

Publicado em
2 de mai. de 2013

Bruxelas decidiu por em aplicação as sanções autorizadas pela OMC contra os Estados Unidos. Assim, a partir de 1º de maio, os impostos sobre as importações de jeans americanos de algodão para mulheres e jovens passará de 12 para 38%.

Na origem desta decisão se encontraria o "Byrd Amendment" votado pelos Estados Unidos em 2006. Trata-se de um subsídio financeiro concedido às empresas americanas que produzem localmente e que passam por um período de recuo em suas exportações. A Organização Mundial do Comércio havia chegado a conclusão de qualificar este procedimento como violação das leis antidumping.

"O problema imediato dos fabricantes americanos de denim, atingidos por esta decisão, é determinar como preservar suas exportações para a Europa, apesar da crise", aponta Tom Travis, do escritório de advocacia Travis & Rosenberg, em um comunicado. "Enquanto este tradicional setor americano de fabricação está operando seu retorno à rentabilidade, a indústria está enfrentando um poderoso obstáculo em um importante mercado de exportação e em crescimento".

Ademais, o escritório aponta o sucesso dos jeans americanos junto as mulheres europeias, as quais poderiam, com certa rapidez, vê-los fora do orçamento por conta das altas nos preços ocasionadas pelas importações. Em 2012, os ditos jeans haviam representado 30,3 bilhões de dólares de bens exportados para a Europa, segundo Washington.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.