×
Por
Ansa
Publicado em
5 de ago. de 2014
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Angelos Bratis, o estilista com um futuro brilhante

Por
Ansa
Publicado em
5 de ago. de 2014

Roma (ANSA) – "Desejo-lhe um futuro brilhante", diz o renomado estilista Giorgio Armani sobre o criativo Angelos Bratis, o jovem talento escolhido para tomar parte da próxima edição do "Milano Moda Donna", no próximo dia 17 de setembro. O evento, que ocorre no teatro da grife italiana, apoia ativamente a descoberta de novos criativos.

"A minha iniciativa, de apoiar os estilistas pouco conhecidos, mas que prometem, está dando frutos e, pessoalmente, fico muito entusiasmado. O futuro da moda depende das novas gerações e estou feliz por poder contribuir de maneira ativa para isso. Nesta temporada, Angelos Bratis desfilará no meu teatro. Desejo-lhe um futuro brilhante", declarou Giorgio Armani.

Desfile Angelos Bratis. Foto: DR


Após o voto de confiança, Bratis respondeu ao estilista. "Estou verdadeiramente honrado em ter sido escolhido por Giorgio Armani para apresentar a minha nova coleção no seu prestigioso teatro milanês. O mestre italiano é, para mim, o perfeito exemplo de um estilista que tem valores profundos, expressos numa longa carreira. Eu tento exprimi-los em meu trabalho: a feminilidade e uma elegância pura e sem artifícios", disse o jovem talento.

Angelos Bratis tem 34 anos e nasceu em Atenas, Grécia. Depois de formado, continuou seus estudos na Holanda e logo se mudou para a capital da moda, Milão, onde vive e trabalha atualmente. Seu estilo se traduz em peças construídas à perfeição, simples, mas com uma grande complexidade técnica, que rendeu ao estilista o prêmio "Who's On Next" em 2011.

Bratis também foi indicado, pela revista inglesa "Wallpaper" em 2013, como um dos nomes do mundo da moda que deveriam receber atenção. Para sua coleção outono-inverno, o jovem estilista delineou um guarda-roupa de peças básicas, mas totalmente reinventadas.

O estilista em uma exposição sua. Nova coleção aposta em peças básicas reinventadas. Foto: DR


O "tubinho" preto, o tailleur, o sobretudo e os vestidos de gala e de festa estão na lista. Como uma heroína de um filme "noir", a mulher de Bratis quer se sentir potente e desejável. As silhuetas dos modelos são geométricas e os tecidos usados são os melhores: crepe e chiffon de seda, lamé, lurex e lã trabalhada ao modo "espinha de peixe".

Já a paleta de cores é neutra. O preto é predominante, só dividindo espaço com um ocasional prateado ou durado. As peças de Bratis são de grande sensualidade. O "tubinho" cortado na diagonal veste perfeitamente o corpo feminino, enquanto as pregas são aplicadas de maneira assimétrica, como cicatrizes.

Copyright © 2022 ANSA. Todos os direitos reservados.