×
Publicado em
26 de nov. de 2015
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Abrameq reconduz Marlos Schmidt à presidência

Publicado em
26 de nov. de 2015

Na última quarta-feira (25), foi realizada assembleia de associados da Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas para Couro e Calçados – Abrameq, que escolheu a nova diretoria da entidade para o biênio 2016/2017, reconduzindo o empresário Marlos Schmidt para seu terceiro mandato de presidente da entidade.

Marlos Schmidt, presidente da Abrameq - Reprodução


No primeiro momento, foi eleito o Conselho de Administração para o biênio 2016/2017. Os integrantes eleitos foram Alexandre Zambelli (Maelli), Davilson Luiz Nogueira (Mecsul), Gilberto Alves da Silva (Sulpol), Heitor Schreiber (BKS), Marlos Davi Schmidt (Máquinas Erps), Raul Ludwig Jr. (Master), Marcelo Lauxen Kehl (Kehl), Taironi Fensterseifer (Kunden), Werner Nestor Beche (Sulmaq), Valdair Peck (Bremm Peck), Sofia Copé Heller Michel (Copé) e Roberto D’incao (Xcel). O Conselho Fiscal terá como titulares Jorge Rudimar Voltz (Eletrovalli), Fernando Araújo (Gemata) e Eduardo Cunha (Cunha). Seus suplentes serão Dieison Schmidt (Exclusive), André Nodari (NBN) e Sandro Silva (W.O.)

A seguir, os integrantes do conselho elegeram Marlos Schmidt para a presidência e este indicou como seus vices Alexandre Zambelli, Heitor Schreiber, Raul Ludwig Jr e Taironi Fensterseifer.

Sobre seus anos como dirigente da entidade, Marlos destaca que "foram anos de muitas atividades, nos quais tivemos alguns aprendizados importantes, mas principalmente resultados positivos, em especial nas ações realizadas que fortalecem a imagem do setor de máquinas como solução para o setor do couro e calçados". Exemplifica com as feiras e eventos "em que tivemos a oportunidade de levar as tecnologias fabricadas no Brasil".

Em relação ao próximo mandato, Marlos espera "reforçar a imagem do setor de máquinas, intensificar ações que potencializem a Fimec, a nossa principal feira em nível mundial e fortalecer a internacionalização das empresas".

Em relação a este tema, aponta que "o foco de atuação será a exportação das tecnologias brasileiras, hoje já consolidadas, mas adormecidas com a variação cambial, entendendo que nesse momento a indústria nacional precisa criar alternativa para superar os desafios dos próximos anos".

Após, o economista chefe da Fiergs, André Nunes de Nunes, falou sobre cenários econômicos para o próximo ano.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Abrameq via portal Abicalçados

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.