×
Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
22 de jan. de 2018
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Walmart negocia venda de unidade brasileira

Por
Reuters
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
22 de jan. de 2018

A Walmart Stores Inc. estaria negociando com a empresa de compras Advent International Corp e outros fundos para vender uma participação importante de suas operações no Brasil, informaram duas pessoas com conhecimento direto do assunto no domingo (21).
 

  

A Walmart estaria sendo assessorada pela Goldman Sachs & Co, de acordo com uma das fontes que falou sob condição de anonimato. Outras empresas de private equity que também estão avaliando investir na unidade brasileira são GP Investments Ltd e Acon Investments LLC, acrescentou a fonte.

Funcionários da Walmart no Brasil se recusaram a comentar sobre o assunto. Advent e GP também se recusaram a comentar, e Goldman e Acon ainda não se pronunciaram.

A saída parcial da Walmart no Brasil, enquanto a CEO Judith McKenna assume a unidade internacional do maior varejista do mundo, daria à um novo parceiro a oportunidade de transformar a grande operação que vem enfrentando dificuldades para gerar lucro.

A Walmart conta com 471 lojas no Brasil, de acordo com o site local da empresa. A unidade brasileira do varejista registrou receita de quase 30 bilhões de reais (9,4 bilhões de dólares) em 2016.

No entanto, a empresa vem registrando perdas operacionais no Brasil há sete anos, após uma expansão agressiva de uma década, em locais pobres, com operações ineficientes, problemas trabalhistas e preços não competitivos, informou a Reuters no início de 2016.

Uma das fontes com conhecimento sobre o acordo disse que as operações do Walmart no Brasil não melhoraram nos últimos dois anos, o que coincidiu com a mais severa recessão do país em décadas.

A Walmart começou a sondar possíveis investidores há vários meses, mas não teve interesse dos varejistas rivais, o que levou a empresa a buscar empresas de compras, disse a fonte.

O varejista pretende manter uma participação na unidade brasileira para recuperar parte de suas perdas no país mais adiante, caso haja uma recuperação econômica e operações reestruturadas aumentem resultados, de acordo com a fonte.

As vendas no varejo do Brasil estão começando a se recuperar da recessão. As vendas de Natal foram 5,6% maiores do que o ano anterior, de acordo com o fornecedor de dados de crédito, Serasa Experian.

No domingo, o jornal O Globo disse que a private equity Advent estaria em negociações para adquirir 50% da unidade da Walmart. O artigo não especificou como obteve informações, nem forneceu mais detalhes sobre o estágio das negociações.

© Thomson Reuters 2022 Todos os direitos reservados.