×
Por
Terra
Publicado em
15 de mar. de 2011
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vítima de John Galliano diz que estilista não é racista

Por
Terra
Publicado em
15 de mar. de 2011

Não foram apenas modelos, estilistas e personalidades que saíram em defesa de John Galliano. Uma de suas vítimas, Philippe Virgit, deu declarações a favor do estilista em uma entrevista ao jornal francês Le Parisien.

John Galliano
John Galliano, ao final de um de seus desfiles em Paris, no ano de 2010. Foto: Pixel Formula


Era ele que estava com uma amiga, Geraldine Bloch, no bar La Perla, em Paris no último dia 24, e foi agredido verbalmente por Galliano, o que deu origem ao processo de atitude antissemita que culminou com a demissão do designer do cargo de estilista da Christian Dior, que ocupava desde 1996.

Galliano responde a processo de tentativa de agressão e crime de racismo e a data de seu julgamento será definidaem maio. Phillipe declarou que havia pensado em retirar a queixa contra Galliano, mas que decidiu mantê-la, pois o processo já estava em andamento.

Philippe confirmou as agressões, mas defendeu Galliano. "Não estou convencido de que ele realmente quis dizer aquilo. Não acho que seja racista ou antissemita. Apenas acho que está muito doente. Hoje estou convencido de que ele não acredita no que falou. Desde o ocorrido, tenho pesquisado sobre seu trabalho e vi que se trata de alguém que promoveu as diferenças e que mesclou culturas em seus desfiles. Acredito, acima de tudo, que ele está muito doente e queria arranjar confusão", disse.

Philippe classificou o acontecimento como uma briga de bar e não deu detalhes do que Galliano teria dito. Apenas contou como começou a discussão. "Estávamos tomando cerveja e ele sentou do nosso lado e ficou agressivo, dizendo: 'sua voz está me incomodando, você está falando muito alto'", afirmou.

A vítima aproveitou para dar conselhos ao estilista. "John Galliano não merece isso. Não quero se seja destruído. Gostaria que se tirasse algum proveito da história bebendo menos e voltando a fazer os vestidos e desfiles que fazia tão bem", completou.

O advogado do estilista Stephane Zerbib apontou os comentários como um desenrolar positivo para o caso. John Galliano, por sua vez, move processo contra Philippe e Geraldine por difamação.



Michelle Achkar

Copyright © 2021 Terra. Todos os direitos reservados.