×
Publicado em
8 de jun. de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vicunha cria banco de tecidos para apoiar marcas, parceiros e instituições no combate ao coronavírus

Publicado em
8 de jun. de 2020

Diante da crise gerada pela pandemia de Covid-19 no país, a multinacional brasileira especializada em jeanswear, com mais de 50 anos de mercado, Vicunha, lançou o VTEX, um banco de tecidos que visa contribuir com iniciativas sociais de parceiros que têm como foco o enfrentamento ao novo coronavírus.


Entre as iniciativas apoiadas pelo VTEX está o projeto PIM (Periferia Inventando Moda, que promove a capacitação profissional e empoderamento de jovens em vulnerabilidade social. - Divulgação


Entre as iniciativas apoiadas pelo VTEX está o projeto PIM (Periferia Inventando Moda), idealizado pelo estilista Alex Santos, que promove a capacitação profissional e empoderamento de jovens em vulnerabilidade social. Para frear o avanço da pandemia na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, a Vicunha doou máscaras prontas e tecidos para o PIM Acolhe, desdobramento do projeto criado com o objetivo de distribuir ao menos 600 máscaras. 

A estilista Priscilla Silva, de São Bernardo do Campo (SP), também recebeu tecidos para confecção de máscaras, com verba revertida à compra de cestas básicas para aldeias indígenas Pipipãs, Kapinawá e Kambiwá, sediadas em Pernambuco. 

Somam-se às ações do banco de tecidos o apoio a instituições, marcas e pequenos empreendedores no combate ao Covid-19. São exemplos desta parceria ONGs como Amigos do Bem e Doutores da Alegria, a marca Consciência Jeans e a Associação para a Educação, Esporte, Empreendedorismo e Direitos dos Pacientes da Divisão de Reabilitação do Hospital das Clínicas (AEDREHC). 

"Mais do que nunca, a conexão entre comunidade e indústria por meio da colaboração se faz necessária para geração de impacto positivo na sociedade," afirma Francisco Gonzalez, Coordenador de Moda da Vicunha. "O apoio da Vicunha a estilistas e instituições que fazem a diferença em momentos desafiadores como este, reafirma nosso compromisso em abrir espaços e diálogos para o desenvolvimento criativo e profissional na moda e para a amplificação do poder de mudança desses atores sociais diante de um mundo em transformação," finaliza. 

Esta não é a primeira iniciativa da Vicunha para ajudar na crise instalada pela pandemia. Nos últimos meses, a empresa doou tecidos ao Grupo Guararapes para a produção de 40 mil máscaras, doou 27 mil EPIs às secretarias do estado do Ceará e Rio Grande do Norte; apoiou instituições como a Avenues World School (São Paulo), para confecção de máscaras para comunidades carentes e profissionais de saúde, e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); e reabriu em maio sua Sala de Costura para produção de 36 mil máscaras para funcionários, suas famílias e a comunidade.
 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.