×
887
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Victoria's Secret anuncia planos para encerrar 20 lojas este ano

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 26 de ago de 2018
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

À medida que as vendas da varejista de lingerie continuam a fracassar, a empresa-mãe L Brands revelou, numa teleconferência com investidores na quinta-feira, que irá encerrar 20 espaços Victoria’s Secret este ano.


A Victoria's Secret vai encerrar 20 lojas antes do final do ano - Instagram: @victoriassecret

 
Entre as 20 estão seis lojas da Victoria's Secret que já foram encerradas no início deste ano, mas a L Brands não especificou quais os outros pontos de venda que devem fechar as suas portas definitivamente ao longo dos próximos meses. Também existem planos para abrir três novas lojas este ano.
 
O anúncio foi feito pelo CFO da L Brands, Stuart Burgdoerfer, após o lançamento dos resultados do segundo trimestre da empresa, na quarta-feira, que revelou uma queda de 1% nas vendas comparáveis em loja da Victoria’s Secret.

Esta descida está perfeitamente alinhada com o desempenho da marca nos últimos meses, uma vez que esta se debateu para acompanhar os seus concorrentes e adaptar-se às mudanças nos gostos dos consumidores, que agora preferem produtos mais simples e mais acessíveis.
 
As vendas consistentemente estagnadas da Victoria’s Secret levaram a que Randal Konik, analista da firma de serviços financeiros Jefferies, com sede em Nova Iorque, previsse em julho que o jogo teria chegado ao fim para a marca.

A L Brands também anunciou na quarta-feira que Denise Landman, CEO da Victoria's Secret Pink, irá deixar o cargo no final deste ano. A marca Pink, que anteriormente serviu como uma espécie de colete salva-vidas para a Victoria's Secret, também tem enfrentado dificuldades recentemente.
 
Landman será substituída por Amy Hauk, que atualmente desempenha funções como presidente de merchandising e desenvolvimento de produto na Bath & Body Works, propriedade da L Brands.
 
Konik está, no entanto, cético acerca da nomeação, afirmando numa nota escrita aos investidores na quinta-feira e citada pela Business Insider: "Questionamo-nos se um executivo sem experiência em vestuário é a pessoa certa para liderar a Pink numa altura em que questões de mercadoria e marca precisam de ser corrigidas"

Tendo em consideração as seis lojas já encerradas este ano, a Victoria's Secret conta atualmente com 1.165 espaços, incluindo lojas Pink, na América do Norte.

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.