Victor Luis deixa a Tapestry e Presidente assume o cargo de CEO

Nos últimos anos, se tornou uma uma tradição na indústria da moda o desligamento dos CEOs pouco depois de divulgar resultados abaixo do esperado, por mais distinto que tenha sido seu histórico.


O Presidente da Tapestry Jide Zeitlin é agora também o CEO. - Tapestry

Na quarta-feira (4), a Tapestry Inc., que é proprietária de marcas como Coach, Kate Spade e Stuart Weitzman, informou que seu CEO Victor Luis está deixando a empresa. Há algumas semanas, o executivo havia reduzido sua previsão de lucro para o ano inteiro. Jide Zeitlin, presidente da empresa, foi nomeado CEO no lugar de Victor Luis, e irá manter os dois cargos. Ao mesmo tempo, Susan Kropf, atual membro do conselho da Tapestry foi nomeada lead independent director.

Victor Luis estava na empresa desde 2006, onde começou atuando como CEO da unidade japonesa. Nos últimos anos, ele trabalhou na transformação de uma empresa que era originalmente conhecida como especialista em bolsas de preço premium em um grupo de moda multimarcas, posicionado na extremidade mais acessível do setor de luxo.

Mas essa transformação não ficou isenta de problemas e a integração de Stuart Weitzman e Kate Spade no negócio ainda está em andamento. Isso prejudicou o preço das ações da empresa (e também sua capitalização de mercado), com as ações sendo vendidas a menos da metade do preço da época em que Luis assumiu o cargo de CEO.

Então, o que podemos esperar de Jide Zeitlin? Bem, sabemos que ele não está planejando ser um substituto permanente. A Tapestry disse na quarta-feira que "com mais de 30 anos de experiência financeira e operacional global e mais de uma década atuando no conselho da Tapestry, ele impulsionará ativamente o desempenho dos negócios com o objetivo de criar crescimento sustentável a longo prazo. No momento apropriado, o Sr. Zeitlin e seus colegas do conselho irão liderar uma busca por um futuro CEO”. Porém, não sabemos quando será esse momento apropriado.

O interessante é que, há poucas semanas, quando os resultados decepcionantes da empresa foram anunciados, Luis havia dito que a companhia não se concentraria em fazer aquisições no curto prazo. Algo que foi considerado uma surpresa, uma vez que pairam rumores sobre a compra de alguns nomes importantes. Mas esse pode ter sido um dos assuntos sobre os quais Victor Luis e a diretoria discordaram. Luis foi o principal executivo responsável pela estratégia de aquisições na empresa. Hoje, porém, o grupo parece estar mais cauteloso em relação às aquisições.

Na quarta-feira, Kropf disse: “O conselho continua comprometido com o modelo multimarcas da Tapestry, embora reconheça a necessidade de aprimorar o foco na execução. Dada a força e o impulso contínuos na Coach - a maior marca da Tapestry -, nossa principal prioridade continua sendo impulsionar um desempenho significativamente melhorado em nossas marcas adquiridas”.

Traduzido por Novello Dariella

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosRelojoariaNomeações
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER