×
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de fev. de 2021
Tempo de leitura
3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

VF Corp. lança novas iniciativas para promover a igualdade racial

Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de fev. de 2021

VF Corp., empresa proprietária de marcas como Vans, The North Face e Supreme está lançando uma série de iniciativas para promover a igualdade racial em seus negócios e em sua comunidade.


VF Corp lança novas iniciativas para promover a igualdade racial - facebook: Supreme


Com base em seu Council to Advance Racial Equity - CARE (Conselho para o Avanço da Equidade Racial), a empresa disse que adicionará uma combinação de ações e programas, parceiros comunitários e iniciativas de políticas públicas para abordar as faltas de oportunidade que os negros americanos experimentam em termos de educação, igualdade econômica e justiça.

A primeira meta é ter 25% de seus cargos sêniores e de liderança ocupados por negros, indígenas e pessoas de cor (BIPOC) até 2030. Para isso, a VF fez uma parceria com a Pensole, uma academia inovadora de design de calçados que capacita alunos para se tornarem designers profissionais de calçados. A colaboração apresentará aos alunos negros e pardos as marcas The North Face e Vans. Estes participarão de uma masterclass e aqueles com melhor desempenho terão a oportunidade de participar de um estágio rotativo de um ano nos escritórios da VF. 

Em seguida, a VF se compromete a aplicar os requisitos da Mansfield Rule, que é uma referência de recrutamento originalmente desenvolvida para a indústria jurídica. A regra de Mansfield exige que as listas de candidatos iniciais contenham pelo menos 50% de candidatos diversos, ou seja, mulheres, BIPOC, LGBTQ + e pessoas com deficiências ao contratar ou promover funcionários.

E até 2024, a VF irá avaliar e resolver todas as lacunas salariais identificadas para funcionários, atletas patrocinados e influenciadores em toda a organização por meio de uma análise de equidade salarial. A VF também irá alavancar seu processo anual de definição de metas para disseminar as metas IDEA à todos os gestores de equipes. Os diretores e cargos superiores terão uma parte de seu bônus financeiro vinculado à implementação bem-sucedida das metas IDEA avaliadas por meio de um processo formal de desempenho.

A VF também disse que irá estabelecer um programa de diversidade de fornecedores para dobrar seus gastos com empresas pertencentes a minorias e mulheres até 2025 por meio de compras diretas e indiretas da empresa e atividades de suas marcas.

Além disso, a Fundação VF destinará 10% de seu financiamento anual dos Estados Unidos para apoiar iniciativas comunitárias que promovam a estratégia de igualdade racial da VF em alinhamento com as prioridades de investimento da Fundação.

Por fim, os vice-presidentes da VF irão dedicar três horas por trimestre para orientar os funcionários BIPOC dentro da VF e pessoas fora da empresa por meio do envolvimento da comunidade. A VF também irá trabalhar para identificar planos claros de avanço para funcionários BIPOC de alto potencial e colocá-los em parceria de forma proativa com líderes executivos para patrocínio ativo.

Todos os funcionários da VF participarão de uma jornada de aprendizagem de inclusão e diversidade fundamental para garantir que eles compartilhem um vocabulário comum e compromisso com o estabelecimento de uma cultura de pertencimento, aliança e apoio. 

A VF se associou com a organização nacional sem fins lucrativos, Management Leadership for Tomorrow (MLT), para o lançamento de Black Equity at Work, um programa de certificação pioneiro desenvolvido para estabelecer padrões corporativos de apoio à igualdade racial.

“Estamos entusiasmados com nossa nova parceria com a Management Leadership for Tomorrow e seu programa de certificação Black Equity at Work, à medida que aumentamos nosso apoio à justiça social. Ao mesmo tempo, nossa parceria com a Pensole está diretamente alinhada com o nosso compromisso de possibilitar a equidade racial para as comunidades marginalizadas com um foco específico em elevar as comunidades negra e parda, que têm sido tradicionalmente sub-representadas no âmbito da moda e do design”, declarou Steve Rendle, presidente e CEO da VF. 

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.