×
Publicado em
26 de jun. de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vetements opta por no-show em Paris

Publicado em
26 de jun. de 2017

Para a semana da moda masculina, o diretor artístico da Balenciaga, Demna Gvasalia, aderiu a um formato no-show para sua marca cult, Vetements nesta temporada, apenas alguns dias depois de anunciar que queria parar os desfiles, que ele disse terem se tornado "chatos, repetitivos e cansativos".

Galeria pop-up da Vetements para a Paris fashion Week FashionNetwork.com - FashionNetwork.com


Sem desfile, o designer optou por algo novo, com uma exposição em grande escala e um show (o Love Hotel Band tocou) no meio de um estacionamento coberto de vidro na boulevard des Batignolles, com mini garrafas de champanhe e cerveja italiana - o local transformado em uma galeria para a ocasião.

Quanto às roupas, não havia uma nova coleção, mas mais peças de "arquivo" já lançadas como parte das coleções primavera/verão de 2016 e 2017. Na maior parte, os itens foram redefinidos para a próxima temporada, usados por adolescentes, idosos e pessoas comuns, incluindo mulheres grávidas. No entanto, pela primeira vez viu-se uma linha de acessórios, incluindo bolsas, meias e bonés com as letras Vetements.

Justificado em parte pela mudança de sua sede para Zurique neste ano, a decisão do no-show foi amplamente comentada quando revelada pela primeira vez, principalmente por causa dos comentários de Guram Gvasalia, o irmão do designer (ele disse ao SonntagsZeitung que "Paris matou a criatividade com seu ambiente bling-bling e glamour superficial ", ed.).

Com o desejo de não ceder aos ritmos frenéticos das coleções, esse recente no-show deve tornar os compradores e consumidores ainda mais impacientes. Uma tendência à desejabilidade que, até agora, parece funcionar.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.