×
Publicado em
20 de jun de 2017
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Véronique Branquinho encerra sua marca

Publicado em
20 de jun de 2017

Quatro frases são suficientes para marcar o fim de um bom empreendimento. Véronique Branquinho, que havia relançado com sucesso a sua marca de ready-to-wear há cinco anos, anunciou o aplauso final. Em um breve comunicado de imprensa, Branquinho afirmou que quer encerrar o negócio, sem oferecer qualquer outra explicação, dizendo que "por enquanto, o desfile Outono/Inverno 2017 foi o último".

Veronique Branquinho no final de seu último desfile em Fevereiro - © PixelFormula


A designer belga fundou sua própria marca de moda em 1998, desfilando em Paris pela primeira vez aos 24 anos. Ela administrou o negócio sozinha e, após a crise financeira de 2008, foi forçada a interromper os preparativos para as  coleções masculina e feminina em 2009.

Em 2012, a fênix da moda renasce, ela começou novamente com a coleção feminna Primavera/Verãp 2013 graças ao Onward Luxury Group (ex Gibo), que continuava a produção de calçados de Branquinho. A filial européia do grupo japonês Onward é uma referência na Itália para a produção e distribuição de coleções de luxo, proprietário também da marca Jil Sander.

No comunicado de imprensa, as duas partes declararam que sua separação é efetiva a partir de 19 de junho, e nenhum outro detalhe sobre esse súbito término foi dado.

A marca teve performancespositivas nas primeiras temporadas após o relançamento, já que Véronique Branquinho voltou às suas raízes de design com um estilo clássico e atemporal, simples e sofisticado e com um toque gótico-romântico adicional, criando coleções onde vestidos, casacos e calças 100% made-in-Italy impecavelmente cortadas desempenharam o papel principal.

 

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.