Venezuela: sobrevivência dos shoppings em perigo

Segundo dados da Câmara de Shopping Centers da Venezuela (CAVECECO), nos últimos dez anos, os complexos comerciais mantiveram uma taxa de desocupação de entre 5% e 10% na capital, com alta rotatividade de lojas e oferta aceitável em termos comerciais, situação que mudou no último mês com o fechamento de mais de 46 lojas no país.

El Comercio

A nova reforma tributária que está sendo preparada na Venezuela pode ser prejudicial e definitiva para o comércio já enfraquecido, já que a proibição de negociar em moedas estrangeiras, as restrições às importações e agora o aumento salarial, geraram uma escassez quase total de lojas nos centros comerciais.

Nas redes sociais, os mesmos consumidores relatam as mudanças, como é o caso do Shopping Center Concresa, em Caracas, que fechou as portas de todas as suas instalações no mês passado, mantendo apenas os cinemas. Da mesma forma, o jornal Efecto Cocuyo revelou que pelo menos 5 centros comerciais já ultrapassaram este ano a desocupação de 10% anunciada, para substituí-lo por números entre 13% e 45%.

A oferta estável se sustentava até o momento era financiada pelso impulsos estrangeiros que alguns empreendedores e comerciantes tinham, entretanto, sem um fluxo constante de remessas e com o bloqueio que o governo coloca a moedas estrangeiras, o futuro do comércio é incerto, pois os empresários serão completamente descapitalizados.
 

Traduzido por Isabel Pimentel

Copyright © 2018 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

ModaDistribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER