×
Publicado em
20 de set. de 2016
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vendas por dispositivos móveis crescem 70% no Brasil

Publicado em
20 de set. de 2016

As vendas realizadas por meio de dispositivos móveis no País cresceram 70% no Brasil no primeiro semestre deste ano, segundo relatório global da Criteo, empresa especializada em publicidade digital e marketing de performance.

“É evidente a importância que o mobile já tem e o quanto deve crescer daqui para frente. Os varejistas precisam direcionar suas estratégias para criar experiências verdadeiramente relevantes, transparentes e capazes de engajar os consumidores. As marcas que dominarem a tendência mobile terão vantagem sobre os concorrentes”, afirmou, em nota, Fernando Tassinari, diretor geral da Criteo no Brasil.

Segundo estudo global, as transações feitas por meio dos dispositivos no primeiro semestre dispararam no País. - Good Barber


“O mobile commerce atingiu um ponto de transição e está superando as compras feitas pelo desktop na medida em que os varejistas continuam investindo em suas plataformas móveis”, acrescentou Elie Kanaan, Vice-Presidente de Marketing da Criteo.

“Os varejistas precisam criar estratégias de mobilidade e uma experiência omnichannel para que possam engajar seus consumidores onde quer que estejam. As marcas que apostarem na tendência do mobile terão vantagem competitiva e irão liderar as vendas nas festas de final de ano”, acredita.

Segundo o estudo, 83% das operações é realizada via smartphone. Somente este device apresentou aumento de 14% no primeiro semestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Os tablets representaram 17% das compras realizadas via dispositivos móveis no País.

Em relação ao sistema operacional, o Android segue sendo o mais popular no mercado brasileiro. A participação do sistemas nas vendas com dispositivos móveis passou de 7,2% no primeiro semestre de 2015 para 14,4% no mesmo período em 2016. As transações via iOS representam 4,7%.

Sobre as categorias, as mais vendidas via dispositivos móveis são as de “Moda”, com 39% de crescimento nas vendas via dispositivos móveis. Em seguida aparecem os itens de “Saúde e Beleza”, com 32% de crescimento, e itens de “Casa”, com crescimento de 18% nas vendas.

A pesquisa analisou a evolução do varejo mobile nos primeiros seis meses de 2016 em 12 países. E destacou que Brasil, Austrália e França são os países que registraram maior crescimento na participação do mobile no e-commerce em comparação ao primeiro semestre de 2015.

Além disso, considerando a média de todos os países, os varejistas com aplicativos sofisticados tiveram até 54% de suas transações móveis geradas pelo canal no segundo trimestre de 2016. Além disso, os varejistas que já possuem aplicativos e são mais maduros no ambiente mobile tiveram 90% a mais de conversões em comparação com lojistas emergentes no segmento.

Fonte: Portal NOVAREJO

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.