×
887
Fashion Jobs
keyboard_arrow_left
keyboard_arrow_right

Vendas líquidas da H&M sobem 11% em nove meses

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
today 3 de out de 2019
Tempo de leitura
access_time 3 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

A H&M publicou os seus resultados para o terceiro trimestre e os últimos nove meses e a empresa parece estar a recuperar o ritmo após ter sofrido dificuldades nas últimas temporadas, com resultados que superam as previsões dos analistas.


& Other Stories


Nos nove meses decorridos até 31 de agosto, as vendas líquidas aumentaram 11%, para 171 bilhões de coroas suecas (15,7 bilhões de euros), um aumento de 6% a uma taxa de câmbio neutra. "A transformação em curso contribuiu para um maior desenvolvimento de vendas positivas contínuas a preço total, descontos mais baixos e maior quota de mercado", explicou a empresa. O lucro após extraordinários aumentou 6%, para 11,98 bilhões de coroas suecas.
 
Por seu lado, o terceiro trimestre foi ainda mais forte, com um aumento de vendas de 12% para 62,57 bilhões de coroas, ou 8% em moeda local. A empresa explicou que o sucesso ocorreu graças à "boa receção das coleções de verão". Além disso, as vendas eletrónicas no terceiro trimestre aumentaram 30%, ou 25% em moeda local.

O lucro bruto da empresa no terceiro trimestre aumentou 13%, para 31,8 bilhões de coroas suecas, o que corresponde a uma margem bruta de 50,8%, em comparação com os 50,3% anteriores. O lucro após extraordinários aumentou em 25%, para 5 bilhões de coroas suecas.

E a empresa ainda tem muito pelo que esperar. A marca H&M lançou “com sucesso” em agosto na Myntra, a plataforma eletrónica líder na Índia, o que a colocou diante de um grande grupo de consumidores, e a empresa afirmou que a "receção havia superado as suas elevadas expectativas".
 
Ao mesmo tempo, embora outros players do setor lamentem o clima morno de muitos mercados durante o mês de setembro, a H&M disse que as suas vendas em moedas locais aumentaram 8% em termos homólogos.
 
E acrescentou ainda que a integração de lojas físicas e online continua a toda velocidade e que "continua a otimizar ativamente o portefólio de lojas através de uma maior consolidação nos mercados estabelecidos, enquanto continua a sua expansão nos mercados em crescimento". Isso significa que a incorporação líquida de novas lojas durante o ano será de aproximadamente 120, abaixo do esperado anteriormente.

O que diz o CEO Karl-Johan Persson? "A boa recepção das coleções de verão e uma maior quota de mercado indicam que a nossa transformação para satisfazer as crescentes expectativas dos clientes está no caminho certo."

E acrescentou: "O contínuo desenvolvimento de mais vendas a preço total e o menor número de descontos contribuíram para um aumento de 26% nos lucros operacionais no terceiro trimestre, tudo isso mantendo um alto nível de atividade no nosso projeto de transformação."

O executivo acrescento também que o crescimento foi bom em muitos mercados, inclusive nos Estados Unidos, onde as vendas em moeda local aumentaram 19%. Na Polónia, o aumento foi de 20%, em Itália 15%, na Rússia 12% e na Índia 29%. As vendas também aumentaram na América do Sul, atingindo 32% só no Chile.
 
Mas, nem tudo foram boas notícias e "as coisas foram um pouco mais complicadas em alguns dos mercados de franchising devido a fatores macro desafiadores", disse o CEO sem dar mais detalhes.
 
No geral, os resultados foram positivos e bem recebidos e as ações da empresa aumentaram até 7% nas primeiras operações.

Steve Miley, analista de mercado sénior da www.asktraders.com, sublinha que os números "geram otimismo e sugerem que o atual plano de transformação está a dar frutos”. “Estes são os números que os investidores querem ver. Fornecem provas sólidas de que a transformação da H&M está no caminho certo, depois de esta viver vários anos de perdas de lucros. Com mudanças nos hábitos de consumo e uma concorrência cada vez mais dura, o contexto é complicado para negociar. Porém, a H&M dá todos os sinais de estar no caminho da recuperação."

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.