Vendas do grupo H&M Group sobem 4% no primeiro trimestre de 2019

Após ter revelado há algumas semanas o seu relatório anual, o grupo H&M publicou na sexta-feira, 15 de março, um ponto de situação ultra sucinto da sua atividade no primeiro trimestre de 2019. A gigante escandinava afirma ter registrado durante o período entre 1 de dezembro e 28 de fevereiro um aumento nas vendas de 4% em moedas locais, para 51,015 bilhões de coroas suecas, o que corresponde a 4,85 bilhões de euros.


Coleção H&M Studio primavera-verão 2019 - H&M

Durante este período, o grupo proprietário das marcas H&M, Cos, Monki e & Other stories indica que o seu volume de negócios aumentou 10% após conversão em relação ao mesmo período do ano passado. Isto graças, em particular, aos efeitos favoráveis da taxa de câmbio. A distribuidora indica que a 29 de março irá detalhar o seu desempenho nos últimos três meses.
 
No trimestre anterior, ou seja, no período de setembro a novembro de 2018, correspondente ao encerramento do seu exercício de 2018, a H&M registou um aumento nas suas vendas de 6% em moedas locais e de 12% em coroas suecas (para 56 bilhões de coroas). Em relação ao ano de 2018, a empresa, que está em plena reformulação do seu modelo omnicanal e da sua logística, gerou 210,4 bilhões de coroas (20,3 bilhões de euros), um aumento de 3% em moedas locais, mas viu o seu lucro líquido diminuir 22%. 

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.

Moda - Pronto-a-vestirModa - DiversosDistribuição
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER