×
Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de abr. de 2022
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vendas da L'Oréal aumentam e ultrapassam 9 bilhões de euros

Por
AFP
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
21 de abr. de 2022

A gigante francesa de cosméticos, L'Oréal, anunciou que as vendas do primeiro trimestre totalizaram 9.06 bilhões de euros, 19% a mais que o mesmo período do ano passado.


Maybelline


"Em um contexto marcado pela invasão da Ucrânia e o reforço das medidas sanitárias na China, a L'Oréal conseguiu fechar muito bem o primeiro trimestre, com forte crescimento de vendas de 13,5% em termos comparáveis ​​e de 19% em números publicados", disse Nicolas Hieronimus, CEO da L'Oréal, em comunicado.

O resultado supera a previsão dos analistas, segundo consenso da Bloomberg e da Factset, que antecipavam vendas de 8.770 e 8.820 bilhões de euros, respectivamente.

A divisão L'Oréal Luxe (Lancôme, Yves Saint Laurent, Giorgio Armani, …), que em 2021 se tornou a maior do grupo, cresceu 25,1% e totalizou 3,46 bilhões de euros em vendas. No final de março, "a divisão alcançou uma participação de mercado histórica no norte da Ásia" e "superou um mercado dinâmico na América do Norte", disse o grupo.

Os produtos de consumo (Garnier, Maybelline, L'Oréal Paris, …) atingiram 3,3 bilhões em vendas (+11,1%) com "um início muito positivo na Europa e nos Estados Unidos, apesar dos problemas de abastecimento". No Norte da Ásia, este segmento foi "penalizado pela desaceleração de alguns players de e-commerce na China continental".

Os produtos profissionais ultrapassaram 1 bilhão de euros em vendas (+22,7%), "com resultados extraordinários nos Estados Unidos, Alemanha, Índia e China continental".

A divisão de Cosméticos Ativos (La Roche-Posay, Vichy, …) cresceu 22,4% atingindo 1.253 bilhões de euros em vendas. Trata-se de um segmento que "está crescendo mais rápido que o mercado mundial de dermocosméticos e está ganhando participação de mercado em todas as áreas geográficas", disse a L'Oréal, que sublinhou que "todas as áreas estão registrando crescimento de dois dígitos".

"Nosso crescimento está equilibrado geograficamente, com forte impulso contínuo na América do Norte, crescimento de dois dígitos na China continental e aceleração nos mercados emergentes, assim como na Europa, marcada por vários confinamentos no início de 2021", detalhou Nicolas Hieronimus.

Especificamente, a zona europeia cresceu 15,8% e "recuperou seu nível pré-crise", segundo a L'Oréal, "graças ao forte crescimento da perfumaria e maquiagem". A América do Norte cresceu 21,5% "apesar das contínuas restrições na cadeia de suprimentos".

No norte da Ásia, a L'Oréal alcançou crescimento de 18%, apesar das dificuldades relacionadas ao Covid-19.

"Com toda a cautela imposta por um ambiente volátil e incerto, continuamos otimistas com as perspectivas para o mercado de beleza e confiantes em nossa capacidade de superar o mercado com mais um ano de crescimento de vendas e lucros em 2022", disse Hieronymus.

Em 2021, a L'Oréal encerrou um ano que o grupo descreveu como "histórico", com vendas 8% acima das de 2019, antes da pandemia, situando-se em 32.287 bilhões de euros.

Copyright © AFP. Todos os direitos reservados. A Reedição ou a retransmissão dos conteúdos desta página está expressamente proibida sem a aprovação escrita da AFP.