×
Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de abr de 2021
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Vendas da Givaudan crescem 7,7% no primeiro trimestre, impulsionadas pelas fragrâncias

Por
Reuters API
Traduzido por
Novello Dariella
Publicado em
15 de abr de 2021

A fabricante suíça de fragrâncias e sabores, Givaudan, confirmou suas metas de médio prazo após registrar crescimento de 7,7% nas vendas comparáveis no primeiro trimestre, graças à forte demanda por seus produtos de beleza e fragrâncias.


Reuters


Durante a pandemia, a Givaudan se beneficiou da forte demanda por itens domésticos como sabonetes, detergentes ou salgadinhos para os quais fabrica ingredientes. As vendas de sua divisão de fragrâncias e beleza aumentaram 9,9%, enquanto sua unidade de sabor e bem-estar cresceu 5,8%, disse a Givaudan em um comunicado. Segundo a empresa, os mercados de alto crescimento na América Latina e Ásia-Pacífico foram os principais impulsionadores.

"Temos visto uma forte demanda contínua nas partes de nossos negócios menos impactadas pela pandemia de COVID-19 e uma melhoria das condições nas áreas do nosso portfólio que foram mais afetadas", disse o presidente-executivo da empresa, Gilles Andrier, no comunicado.

As vendas relacionadas ao consumo out-of-home ainda foram afetadas pela pandemia, mas "em menor escala em relação a 2020, à medida que as restrições em relação ao consumo fora de casa e bebidas começaram a ser suspensas em alguns mercados", disse a Givaudan.

Para o período de cinco anos até 2025, a empresa suíça confirmou sua meta de crescimento de vendas orgânicas like-for-like de 4% a 5% ao ano.

© Thomson Reuters 2021 All rights reserved.