Vendas da Valentino desaceleraram em 2018

A marca de luxo italiana Valentino encerrou o ano fiscal de 2018 com uma receita de aproximadamente 1,2 bilhão de euros, um ritmo mais lento do que o registrado anteriormente.


@valentino

A informação foi divulgada pelo CEO da Valentino, Stefano Sassi, durante um fórum organizado pela Altagamma, a associação que reúne as marcas italianas de luxo. O executivo também enfatizou que a marca ainda tem "planos de crescimento ambiciosos".

Stefano Sassi, que está no comando da Valentino há 13 anos e trabalhou com três diferentes acionistas majoritários, não quis responder se a marca, agora controlada pelo fundo de investimento do Catar Mayhoola, corre o risco de ser vendida. "Eu não tenho idéia, estas são decisões tomadas pelos acionistas", disse ele.

A Valentino encerrou o ano fiscal de 2017 com vendas 1,16 bilhão de euros, um aumento de 7% à taxa de câmbio constante. Quanto aos primeiros três meses de 2019, Stefano Sassi indicou que todos os mercados da Valentino prosperaram, exceto Macau e Hong Kong, o que foi compensado por um maior volume de compras dos consumidores da China continental.

Traduzido por Novello Dariella

© Thomson Reuters 2019 Todos os direitos reservados.

Luxo - Pronto-a-vestirLuxo - AcessóriosLuxo - CalçadosLuxo - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER