Vendas da Primark crescem 4% nos primeiros nove meses do exercício

As vendas da Primark, que pertence ao grupo Associated British Foods (AB Foods), registraram um crescimento de 4% nos primeiros nove meses do seu ano fiscal, que decorre entre outubro de 2018 e setembro de 2019, graças ao incremento da área de vendas, enquanto o volume de negócios comparável da empresa sentiu um declínio homólogo.


Primark/Centre:MK

No Reino Unido, as vendas da Primark mantiveram no terceiro trimestre o crescimento observado no primeiro semestre do ano fiscal, permitindo um aumento significativo da quota de mercado, ainda que em termos comparáveis as vendas tenham sido prejudicadas pelas desfavoráveis condições climáticas sentidas em maio, comparando com o impacto positivo do mesmo mês em 2018, enquanto em junho as vendas melhoraram.
 
No caso da zona do euro, as vendas da Primark também foram prejudicadas pelas condições climáticas registradas em maio, embora a empresa tenha destacado a forte recuperação observada em junho, sublinhando o crescimento das vendas em mercados como Espanha, Portugal, França e Itália, enquanto na Alemanha estas permaneceram débeis.
 
Nos EUA, as vendas totais e comparáveis da Primark registraram um aumento em relação ao mesmo período do exercício anterior, indicou a empresa, que espera abrir novas lojas em New Jersey e na Flórida durante os próximos doze meses.

Por outro lado, a gigante têxtil reviu em alta a sua previsão sobre a evolução da sua margem operacional, que registará um aumento no exercício, como consequência do efeito das melhores compras realizadas e das menores reduções de preços. Nos primeiros seis meses do seu ano fiscal, a margem operacional da Primark havia alcançado os 11,7%, em comparação com 9,8% no mesmo período do exercício anterior.
 
Desde o início do seu ano fiscal, a Primark aumentou a sua área de vendas a retalho em cerca de 74 mil metros quadrados, alcançando até 22 de junho os 372 estabelecimentos e quase 1,5 milhões de metros quadrados de área de venda.
 
No terceiro trimestre do exercício, a empresa adicionou nove novas lojas com a abertura de uma loja em Bruxelas (Bélgica), bem como em Bordéus (França), Wuppertal (Alemanha), Utrecht (Holanda), Hastings, Bluewater, Milton Keynes e Belfast (Reino Unido) e a primeira loja Primark na Eslovénia, com a abertura de um estabelecimento em Liubliana.

Para o resto do exercício, a empresa planeia abrir uma loja em Bonn (Alemanha).
 
Resultados AB Foods
 
Em termos gerais, as vendas da AB Foods nos primeiros nove meses do seu exercício registaram um aumento homólogo de 2%, embora sem ter em conta a faturação do negócio de açúcar as receitas tenham aumentado 4%.
 
"Para o conjunto do exercício, esperamos um bom aumento no lucro da Primark e, de forma subjacente, nas compras", disse a multinacional.

Traduzido por Estela Ataíde

Copyright © 2019 Europa Press. Está expressamente proibida a redistribuição e a retransmissão do todo ou parte dos conteúdos aqui apresentados sem o prévio e expresso consentimento.

Moda - Pronto-a-vestirModa - AcessóriosModa - CalçadosModa - DiversosNegócios
ASSINE A NOSSA NEWSLETTER