×

Varejo espera que 2020 marque novo ciclo de expansão do consumo

Publicado em
today 14 de jan de 2020
Tempo de leitura
access_time 2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

O varejo superou o pessimismo do início do ano e terminou 2019 num clima mais otimista. Especialistas acreditam no início de uma retomada mais vigorosa desde o último ciclo de expansão do consumo, encerrado seis anos atrás.


Loja da Renner na Oscar Freire, em São Paulo - Divulgação


Como mostra reportagem do "Valor Econômico", de acordo com dados do IBGE, a fase de maior crescimento recente no comércio durou 11 anos, a partir de 2004. Entre 2015 e 2016, o setor acumulou queda nas vendas. Em 2017 e 2019, houve alta, mas tímida, que não permitia que empresas e analistas classificassem como o início de um novo ciclo.

“Acreditamos que estamos prestes a iniciar efetivamente um “novo ciclo”, que sustentará o crescimento e o consumo privado”, escreveu em seu último relatório o analista do Citi Tobias Stingelin.

Mesmo com projeção de alta nas vendas em 2020, o comércio só deve se recuperar das perdas sentidas durante a recessão e voltar ao patamar de vendas de 2014 na segunda metade de 2021. A análise do Citi aposta no bom desempenho das empresas de artigos de moda e de produtos eletrônicos. Lojas Renner e Via Varejo, seguidas de GPA e Lojas Americanas são citadas como exemplo.

“As operações das empresas estão enxutas [após a crise que obrigou cortes de custos e despesas], o que deve resultar em maior alavancagem operacional, enquanto taxas de juros mais baixas por mais tempo também ajudarão a gerar ganhos [juros menores melhoram o resultado financeiro]”, avaliou Stingelin.

A forte queda nos juros, inflação mais baixa, retorno gradativo de crédito às famílias e redução progressiva no índice de desemprego são fatores que levam a uma análise otimista, mas alguns economistas reforçam que é preciso atenção para que novas crises políticas não afetem a confiança do consumidor. E também alertam para as incertezas no cenário externo, com nova fuga de investidores do mercado, que podem levar à instabilidades no câmbio e afetar os preços no país.

Copyright © 2020 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.