×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de dez de 2020
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Varejista italiana OVS se prepara para comprar a marca Stefanel

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de dez de 2020

Um importante player da moda italiana poderá garantir o resgate da Stefanel. Através de um comunicado de imprensa, o grupo OVS, que detém a cadeia homônima de moda familiar com preço acessível, bem como as marcas Upim e Croff, confirmou o seu interesse pela marca de moda feminina especializada em malhas.
 

Stefano Beraldo, líder da marca de moda familiar - OVS

 
Referindo-se a informações veiculadas na imprensa, a cadeia italiana, cujo acionista majoritário é o fundo Tamburi Investment Partners (TIP), anunciou que “apresentou uma oferta firme e irrevogável visando a aquisição de alguns ativos da Stefanel, em particular a marca histórica da empresa", especificando que, "tendo em conta o alcance desta oferta, os meios financeiros necessários encontram-se em grande medida dentro das atuais disponibilidades do grupo".
 
A OVS acaba de aprovar um aumento de capital de 80 milhões de euros, enquanto em 31 de outubro de 2020, o grupo liderado por Stefano Beraldo registrou uma posição de caixa positiva de 356,9 milhões de euros. Nos primeiros nove meses do ano, este registrou um volume de negócios de 736,7 milhões de euros, uma queda de 25,7% devido ao fechamento das lojas em meio à pandemia, mas no terceiro trimestre as vendas aumentaram 6,1%, para 361 milhões de euros.

Fundada em 1959 e em crise há quase dez anos, a marca Stefanel nunca conseguiu realmente se relançar e acumulou problemas financeiros. Em setembro de 2019, ela foi colocada sob administração extraordinária por insolvência, e colocada à venda em junho. A venda do grupo foi dividida em dois lotes distintos: a marca Stefanel, o seu site e a sua rede de mais de 30 lojas ; a empresa Interfashion, que detém a linha premium High, que produz e distribui internacionalmente. Logicamente, o primeiro lote é o que interessa à OVS.
 
As ofertas apresentadas desde o verão europeu foram todas rejeitadas ou mal sucedidas. Segundo o jornal italiano Il Sole 24 Ore, um grupo de empresários italianos também estaria disputando a aquisição da Stefanel.

Copyright © 2021 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.