×
Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de set. de 2019
Tempo de leitura
2 Minutos
Compartilhar
Baixar
Fazer download do artigo
Imprimir
Clique aqui para imprimir
Tamanho do texto
aA+ aA-

Valentino ruma a Pequim com desfile e flagship

Traduzido por
Estela Ataíde
Publicado em
16 de set. de 2019

Depois da marca parisiense AMI, que vai organizar um desfile em Xangai a 12 de outubro, é a vez da Valentino anunciar um espetáculo na China. A marca de luxo italiana dirigida pelo designer Pierpaolo Piccioli voará para Pequim no início de novembro para inaugurar uma nova loja estratégica na cidade no dia 6. Evento que será seguido por uma festa exclusiva e um desfile de alta costura no dia 7.
 

Look alta costura Valentino outono-inverno 2019 - © PixelFormula

                                                                    
A informação divulgada pela revista americana WWD foi confirmada por um porta-voz da casa, que não fornece mais detalhes sobre o desfile.
 
A nova loja chinesa, com pouco mais de 400 metros quadrados, distribuídos por dois pisos, de acordo com um conceito de design de interiores elaborado pelo diretor criativo juntamente com o arquiteto britânico David Chipperfield, está localizada no distrito de Sanlitun.

O novo ponto de venda somar-se-á às outras duas flagships da Valentino em Pequim, elevando para 29 o número de lojas na Grande China. A China é um mercado estratégico para a marca, que abriu a sua primeira loja no país em 2007. Mas, mais do que a própria China, foram os clientes chineses, onde quer que se encontrem no mundo, que se tornaram essenciais para maison, uma vez que representam quase 30% das suas vendas totais.

De resto, não é a primeira vez que a Valentino organiza um desfile neste país. Em 2013, a marca realizou uma operação semelhante em Xangai, com um desfile que misturou roupas prêt-à-porter e alta costura, por ocasião da inauguração de uma loja na cidade.
 
Em 2018, o volume de negócios da Valentino chegou a 1,2 bilhão de euros, um aumento de 3% em relação a 2017, quando o crescimento havia sido de 5%.

Copyright © 2022 FashionNetwork.com. Todos os direitos reservados.